BELEZA

Cabelo moderno

Pintar as madeixas não é exclusividade feminina. Produtos não faltam para os homens que querem cuidar do visual

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/08/2015 15:00 / atualizado em 26/08/2015 19:58

Seja para cobrir o fios brancos, seja apenas por estética, os homens também tingem o cabelo. "Hoje, temos muitos artifícios e técnicas para trabalhar o reflexo masculino. Eles aderiram às tendências e frequentam cada vez mais os salões de beleza", afirma o cabeleireiro Luiz Marcelo Caetano.

A estrutura dos fios de homens e mulheres é a mesma, mas o sexo masculino pode ter uma propensão maior a problemas no couro cabeludo. Tudo é uma questão de hormônio. "A testosterona promove a oleosidade e estimula as glândulas sebáceas. A maior produção de sebo causa um couro cabeludo e um cabelo mais oleoso e, consequentemente ocasiona o surgimento da caspa", explica Heberton Costa, hair stylist.

Os cuidados também são iguais para homens e mulheres. Deve-se dar uma atenção especial à pele, para não correr o risco de manchá-la com a coloração, usando sempre protetor no contorno da cabeça. A tinta deve ter uma aparência natural para não agredir as madeixas.

Xampu e condicionador precisam ser específicos para cabelos coloridos. "É necessário ter um produto que ative e refresque o couro cabeludo, deixando os fios com uma aparência saudável", afirma Costa. O retoque vai da necessidade individual, ou seja, no tempo do crescimento do cabelo de cada um.

Depois de tingir os fios, é importante hidratá-los pelo menos duas vezes por semana, para repor massa, água e proteínas que o cabelo perde durante o processo de coloração ou descoloração. O cuidado deve ser redobrado para os que usam chapéus e bonés. Esses acessórios não ocasionam queda de cabelo, mas podem agravar problemas como a dermatite seborreica. A doença é uma das causadoras da queda de cabelo. "É importante evitar, porque deixa a estrutura muito abalada. A cabeça fica quente e úmida, ajudando, a proliferação de fungos e bactérias", alerta Luiz Marcelo Caetano.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.