PHOTO & GRAFIA

Quem acode?

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/10/2015 08:00 / atualizado em 03/10/2015 22:59

Zuleika de Souza

Zuleika de Souza/CB/D.A Press
O carioca Marcelo Carnevale, ativista urbano da causa da vizinhança, esteve em Brasília na semana passada. O escritor quer difundir a subversiva ideia de que as cidades "devem acolher a diferença na base da amizade", acreditando que, no microcosmo dos vizinhos, resgata-se uma cidade mais harmônica. O acolhimento pode vir na forma de trabalho voluntário ou na oferta de rede wi-fi ou de um simples copo d%u2019água. No encontro promovido pela Casa 68 (coletivo de artistas, designers e arquitetos que ocupam a vizinhança da 705 Sul), Carnevale trouxe para o debate Carolina Ramalhete (GT de agricultura urbana no DF) e Dalton Camargos (Galeria Alfinete). Ambos apresentaram seus projetos de ocupação dos espaços públicos e como lidam com a vizinhança.
Zuleika de Souza/CB/D.A Press
Acho que Marcelo gostaria de conhecer o grupo de vizinhos que protege o Parque das Sucupiras, no Sudoeste. Além de brigarem contra a especulação imobiliária, eles combatem os focos de incêndio, que, nesta época, são uma ameaça ao bioma. A qualquer sinal de fogo, a turma forma uma brigada e segura a barra até a chegada dos bombeiros.
Zuleika de Souza/CB/D.A Press
As fotos da coluna de hoje são de várias áreas que arderam em chamas no Plano Piloto nos últimos dias. No Setor de Clubes, parte do cerrado nativo virou cinza e carvão. No Setor Noroeste, idem. É que são lugares sem o amparo de uma vizinhança unida, como a do Parque das Sucupiras.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.