Capa

DO básico AO avançado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/03/2016 08:00 / atualizado em 10/03/2016 19:11

A palavra maquiagem, ou maquilagem, vem do francês maquiller, que significa a ação de encobrir ou cobrir o rosto com produtos para embelezar. Indispensáveis para a maioria das mulheres, eles não são fruto da modernidade, como muitos pensam. A tecnologia cosmética está se inovando constantemente, mas a cultura da vaidade é algo de que se ouve falar há pelo menos cinco mil anos. O que mudou foi a relação da mulher com os produtos de beleza: elas descobriram que eles têm cada vez mais o poder de disfarçar imperfeições e torná-las ainda mais atraentes. Isso faz com que a maquiagem seja grande aliada do sexo feminino, e — por que não? —, também dos homens.

Marcos Costa/Divulgaçao.

A relação da mulher com os produtos de maquiagem se estreitou ao longo de todos esses anos e especialistas afirmam que a mulher contemporânea se maquia muito mais do que antigamente. Para a professora do curso de moda da Faculdade Santa Marcelina, Andréia Miron, isso acontece devido aos referenciais de beleza que a mídia apresenta hoje em dia. "Vivemos o século da perfeição, a pele tem que estar perfeita, a sobrancelha tem que estar perfeita, e por aí vai. Criou-se um certo exagero em relação à própria imagem", afirma.

O refinamento das tecnologias disponíveis é fator diretamente relacionado à popularização da maquiagem. As indústrias cosméticas acrescentaram a seus produtos, que antes eram apenas embelezadores, tecnologias para rejuvenescimento e para o tratamento da pele. As nanotecnologias agregaram novos valores a esses produtos. "Hoje, qualquer pessoa pode ter acesso a um produto de maquiagem com acabamento HD, ou alta definição, não só quem trabalha com TV. Todos os dias nos modificamos de alguma forma", comenta Andréia Miron. A professora chama essa busca diária pelo acabamento primoroso, obtido pelo retoque da maquiagem, de efeito Cinderela.

Internet

A maquiadora Fabiana Gomes defende que um dos fatores mais importantes para a evolução da maquiagem foi o aprendizado conquistado pela brasileira nos últimos anos. "Antes, a mulher não tinha muita informação. A chegada da M.A.C no Brasil, em 2002, contribuiu de certa forma. Fomos a primeira marca a ter não apenas vendedores atendendo nas lojas, mas maquiadores. No momento da compra, eles ensinam à cliente como fazer", acredita. "Obviamente o boom da internet foi outra grande contribuição", acrescenta Fabiana.

Divulgação/Mariana Maria.
 

E foi justamente no ambiente on-line que a brasiliense Mariana Maria Couto, 23 anos, viu a oportunidade de trabalhar com o que gosta e de transmitir o conhecimento adquirido ao observar as idas da mãe ao salão para se maquiar. Ela sempre se interessou por maquiagem e pintava as amigas para as festas desde os 15 anos. Há um ano, ela decidiu criar um canal no YouTube para gravar tutoriais e, agora, ela tem aproximadamente 292 mil inscritos. Somente o vídeo em que ensina a técnica do contorno teve, no Facebook, impressionantes, 20 milhões de visualizações.

 

Para se inspirar

Selecionamos três contas do Instagram que falam de maquiagem diariamente e que podem ser fonte de inspiração para sua próxima produção.

@amysmakeupbox

A inglesa Amy Katrine possui 296 mil seguidores em seu perfil na rede social, que é totalmente dedicado ao mundo da maquiagem. As maquiagens coloridas são uma ótima ideia para variar um pouco.

@marimariamakeup

Além do canal no YouTube, Mariana Maria mantém uma conta no Instagram onde posta fotos bem produzidas e tutoriais rápidos. A brasiliense possui 337 mil seguidores.

@agustinofficial

Com 349 mil seguidores, o maquiador de Floripa impressiona com seus tutoriais de maquiagem extremamente ousados e bem executados.

 

Leia a reportagem completa na edição nº 565 da Revista do Correio. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.