Encontro com o Chef

Anfitriã dedicada, Adi adora reunir a família e se aventurar na cozinha

Ela adora o apartamento cheio e ama fazer experimentos na cozinha. Decidiu, então, juntar as duas paixões e, todas as sextas-feiras, reúne a família para preparar verdadeiros banquetes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/12/2016 14:00 / atualizado em 08/12/2016 14:17

Hugo Gonçalves/Esp. CB/D.A Press
Aos poucos, eles começam a chegar. Alguns, ainda de uniforme, vêm acompanhados de colegas da escola. Outros, mais velhos, vão logo abrindo uma garrafa de vinho. Antes de tomarem assento na enorme mesa da sala, posta com esmero, a passagem pela cozinha é obrigatória. O cheiro saído de lá toma conta da casa. E, correndo de um lado para o outro, a anfitriã finaliza os pratos, que começaram a ser preparados na véspera.

Todas as sextas-feiras, essa é a rotina na casa Adi de Faria Leite. Há sete anos, faça chuva, faça sol, a empresária prepara um almoço — ou melhor, um banquete — para a família. Sobrinhos, irmãos, tias, primos, agregados e quem mais chegar são os convidados de honra. O cardápio varia toda semana, mas, para Adi, um ingrediente não pode faltar: afeto. "Mais do que preparar um almoço, procuro nutrir as pessoas com um pouco do meu amor", resume.

Tudo começou quando um irmão da empresária pediu para a filha, que tinha atividades extraclasse próximo à casa dela, almoçar por lá às quintas-feiras. "Em seguida, uma outra sobrinha passou a vir também. Depois, um irmão pediu para almoçar aqui. Quando vi, a casa estava cheia." Adi decidiu, então, instituir um dia da família. A quinta foi transferida para a sexta, como data oficial. "Meus sobrinhos estão adolescentes, alguns até adultos. Nos fins de semana, todos têm mil compromissos. Se não marcássemos um dia para nos encontrar, passaríamos um tempão sem nos ver."

Adi mora com a mãe e o filho de 3 anos. Mas, às sextas-feiras, chega a reunir 20 pessoas na casa. "Às vezes, o almoço entra pelo jantar. Sem falar que todos saem daqui com uma quentinha", diverte-se. A fartura, aliás, é uma das características dos encontros. Ela nunca fez curso formal de gastronomia, mas ama as panelas. Pesquisa receitas, busca adaptações e experimenta ingredientes. Quando reformou o apartamento, fez questão de investir em uma cozinha bem equipada e funcional. "Adoro essa alquimia que é cozinhar", resume.

E os "cobaias" não têm do que reclamar. A aprendiz de chef começa a pensar no cardápio na segunda-feira. Na quarta, sai para comprar os ingredientes e, na quinta, começa os preparativos. Não é para menos. Além de farto, o almoço é variado. No grupo, há veganos, vegetarianos, gente com restrições alimentares. Mas nada disso é desculpa para ficar de fora. "Sempre preparo um prato com carne vermelha, outro com carne branca, um vegano e um vegetariano."
 
Hugo Gonçalves/Esp. CB/D.A Press
 
 
No almoço em que acompanhei os preparativos, o menu de Adi incluía: camarão ao creme de gorgonzola, fricassê de frango com toque de curry, espaguete ao pesto, arroz sete grãos, batata gratinada, salada primavera, seleta de legumes com shiitake e shimeji, além da grande estrela da tarde: costela suína com molho barbecue (a receita segue ao lado). "Tia, faz uma quentinha, pois tenho aula daqui a 20 minutos. Coloca de tudo um pouco e bastante costela", resumia um deles.

São essas reações que fazem a empresária feliz. Detalhista, não deixa que ninguém ponha a mão em seu tempero. Faz questão de preparar tudo sozinha e seguindo o próprio ritual. Adi e os convidados até mantêm um grupo no WhatsApp, no qual costumam trocar ideias sobre os encontros, "mas não dou muita ousadia sobre o menu". E como cozinhar para tanta gente sem nunca perder a mão? A chef tem a fórmula:"O que não pode, em hipótese alguma faltar em qualquer receita, é colocar amor e ternura nas mãos e mentalizar quem vai degustar. Não tem como sair errado."
 

Costela ao molho barbecue


Hugo Gonçalves/Esp. CB/D.A Press
A costela:

Ingredientes:
1 ripa de costela suína (cerca de 3kg)
2 limões
3 dentes de alho
Cominho
Pimenta-do-reino
Sal

Modo de fazer
Na véspera, tempere a costela. Antes de colocar os ingredientes, fure a carne para que o tempero penetre bem. Cubra com plástico filme e deixe na geladeira. No dia seguinte, ponha a costela, com o osso para baixo, em um refratário. Cubra com papel laminado, com a parte fosca para fora e a brilhante para dentro. Leve ao fogo preaquecido a 180ºC. Deixe assando até ela soltar do refratário. Coloque o molho sobre a costela e volte a cobri-la com o papel laminado. Deixe no forno por uns 20 minutos. Na hora de servir, retire o papel e deixe dourar por mais uns 20 minutos.

O molho:
Ingredientes
1 cebola média
2 dentes de alho
1 colher de azeite
1 xícara de açúcar mascavo
1 lata de molho de tomate
1 xícara de ketchup
1 colher de sopa de mostarda
3 gotas de limão
3 gotas de vinagre
2 folhas de louro
1 xícara pequena de molho shoyo
1/2 cálice de vinho tinto

Modo de fazer
Refogue, no azeite, a cebola bem picadinha e o alho amassado. Quando estiverem dourados, coloque o açúcar mascavo e mexa até caramelizar. Deixe apurar bem. Em seguida, ponha os demais ingredientes, sempre mexendo em fogo baixo. Cubra a costela com o molho.
 

Participe


Que tal dividir conosco um pouco das suas memórias gastronômicas? Sabe aquela receita que costuma reunir a família ou os amigos à mesa em datas festivas? Compartilhe. Quer fazer prato inesquecível que se deliciou no restaurante preferido? Nós buscaremos a receita para você reproduzir em casa. Mande e-mail para: sibelenegromonte.df@dabr.com.br.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.