Os pubs trazem ares europeus e conquistam o coração dos brasilienses

Com um ar londrino e um cardápio que faz uma viagem pela gastronomia de diversos países, o Degust ganha espaço na noite brasiliense

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/05/2017 17:28 / atualizado em 31/05/2017 17:54

Barbara Cabral/CB/D.A Press
Uma viagem gastronômica ao mundo em apenas alguns metros quadrados. Com essa proposta, o Degust Gastropub tem agitado as noites da Asa Sul. Inaugurada há pouco mais de cinco meses, a casa substituiu o Piacere em um ambiente completamente reestruturado. Do antigo restaurante italiano, mantém alguns pratos e o cuidado com a execução do cardápio.


“Pesquisamos muito e vimos que os gastropubs são uma tendência em todo o mundo. Trata-se de um lugar descolado, que reúne música, arte, drinques e gastronomia de boa qualidade”, explica Caroline Oliveira, que, ao lado da mãe, Celina Gonçalves, está à frente da administração do Degust.

Arquiteta de formação, ela pensou em cada detalhe do espaço, que expõe uma pegada londrina. “Pensamos nessa coisa mais industrial, com escada de ferro, parede de tijolinho, e também trouxemos o grafite para as nossas paredes.” De quinta a sábado, um DJ anima os frequentadores com um som variado, que vai do deep house ao groove, passando pelo hip-hop.

Mas o grande diferencial está mesmo no cardápio — aquela viagem gastronômica a que me referi. Lá estão o ceviche peruano, a empanada argentina, o fish and chips inglês, o eisbein (joelho de porco) alemão, o tornedor francês, o hambúrguer australiano. Até a brasileiríssima coxinha ganhou uma releitura. Tudo preparado com capricho. “As pessoas vêm aqui tanto para petiscar quanto para jantar. E oferecemos várias opções para todos os públicos.” Os drinques são uma atração à parte e seguem a mesma filosofia de oferecer o que há de mais típico em vários países. Afinal, trata-se de um pub.
 
 
 
As massas artesanais e os risotos tipicamente italianos, principal motivo para a família de Caroline ter entrado no ramo da gastronomia, continuam presentes. “Mantivemos os pratos que eram carros-chefes no Piacere.” Criado em 2013 pelo cirurgião plástico Simão Pedro e pela advogada Celina Gonçalves, o restaurante era fruto da paixão do casal pela cozinha. “Meus pais sempre amaram cozinhar para os amigos e os parentes. Decidiram, então, abrir uma casa que priorizasse a boa comida.”

O lugar era requintado, com uma adega sofisticada e um extenso cardápio. Diante da crise econômica e política que assolou o país, os donos viram o movimento cair drasticamente. “Ou nos reinventávamos ou fechávamos as portas”, afirma Celina. Foi aí que a filha recebeu a intimação e a mudança descrita acima entrou em ação. “A cozinha ganhou agilidade e, em pouco, tempo, vimos o movimento aumentar em 30%”, conta a advogada.

A cozinha permaneceu sob o comando de Gerfeson Araújo, que conta com a ajuda de outros quatro cozinheiros para executar os pratos. Para a coluna, ele ensina a receita do Tornedor ao molho Barolo com batatas, um dos pratos preferidos entre os que vão ao Degust jantar. Uma prova de que pub é lugar, sim, de boa comida.


Tornedor ao molho Barolo com batatas

Barbara Cabral/CB/D.A Press

Ingredientes

300g de filé mignon alto
2 batatas-inglesas médias
200ml de molho bechamel (branco)
100g de queijo parmesão
20g de alho picado
100ml de vinho Barolo
100m de caldo de carne
Açúcar
Sal e pimenta

Modo de fazer

Tempere o filé com sal e pimenta e grelhe até o ponto desejado.
Corte as batatas em lâminas finas e dê uma leve cozinhada. Em seguida, monte, intercalando uma camada de batatas com o molho bechamel e o queijo parmesão. Ponha no formo preaquecido a 180ºC para gratinar por cerca de 20 minutos.
Triture o alho e frite no azeite.
Em uma panela, leve ao fogo o vinho com um pouco de açúcar até fazer uma redução. Em seguida, misture com o caldo de carne.
Coloque o molho sobre o filé e, por último, o alho frito.

Serviço

Degust Gastropub
408 Sul, Bloco B, Loja 7
Telefone: 3443-5479
Aberto de segunda a sábado, das 17h à 1h

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.