Gerente de loja francesa de "tijolões": "Vamos vender para o mundo todo"

Atualmente, os celulares são comercializados apenas na Europa. No entanto, o diretor de relação ao cliente mira o mercado global

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/07/2015 12:47 / atualizado em 29/07/2015 15:18

Uma loja francesa especializada em vender celulares antigos promete, em breve, distribuir os aparelhos para o mundo inteiro. De marcas renomadas, como Apple, LG, Motorola e Nokia, os saudosos “tijolões” voltam com tudo ao mercado, garante o diretor de relação ao cliente, Djassem Haddad. Entre os modelos disponíveis estão o Nokia 3310, Motorola V3 e Star Tac. “Os telefones que remontamos são como aparelhos novos e funcionam perfeitamente com todas as operadoras e tecnologias de hoje”, alerta o diretor.

Reprodução/Site


Ao Correio, Haddad contou que a ideia surgiu em 2009, após grande demanda de produtos não disponíveis em estoque. “Estamos no mercado de telefonia móvel há muitos anos e percebemos que os clientes queriam coisas que não são mais fabricadas”, informou. Ainda segundo o diretor, a Vintage Mobile foi desenvolvida pensando em uma iniciativa ecológica e com desenvolvimento sustentável.

Leia mais notícias em Tecnologia

Sem um público alvo específico, Haddad diz que as pessoas procuram os celulares à moda antiga principalmente quando querem um aparelho seguro. “Nossos produtos interessam a todo o tipo de cliente: velho, jovem ou nostálgico. Frequentemente somos procurados também por pessoas que desejam o telefone semelhante ao de algum parente que morreu, um namorado ou amante”, detalha. A produção do DJ Martin Solveig comprou um celular da loja, modelo Star Tac, para usar em um clipe. Veja:


Relíquias

Além das relíquias tecnológicas, os clientes encontram, na Vintage Mobile, diversos acessórios e baterias, tudo com garantia de loja. Os preços variam muito. Os interessados podem encontrar, por exemplo, um Nokia 3310 por 34,99 euros ou até mesmo um Nokia 8800 por 1.299,99 euros.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.