Ataques forçam a Apple a eliminar aplicativos de loja virtual

Segundo meios de comunicação chineses, 350 foram afetados, entre eles a popular rede social WeChat, que tem 500 milhões de usuários no país, assim como o sistema de reserva de táxis Didi Kuaidi

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/09/2015 10:08

France Presse

Pequim, China - A Apple suprimiu aplicativos de sua loja virtual App Store devido a um ataque malicioso ("malware") que infectou centenas de programas, informou nesta segunda-feira o gigante americano da informática. Segundo meios de comunicação chineses, 350 foram afetados, entre eles a popular rede social WeChat, que tem 500 milhões de usuários no país, assim como o sistema de reserva de táxis Didi Kuaidi.

"Recentemente foi detectada uma brecha de segurança provocada por um programa malicioso, que afeta apenas usuários da versão 6.2.5 do weChat no iOS", indicou seu fabricante, o grupo Tancent, afirmando que a falha já foi corrigida. "Não houve roubo de dinheiro ou vazamento de dados dos usuários", acrescentou.

Leia mais notícias em Tecnologia

O iOS é o sistema operacional utilizado pela Apple em seus populares iPhones e iPads. Segundo a empresa americana de cibersegurança Palo Alto Networks, citada pelo Wall Street Journal, o ataque foi dirigido contra trinta aplicativos.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.