Teste: novo projetor da BenQ transforma salas de estar em cinemas

Conectividade sem fio e suporte para tecnologia 3D são destaques do modelo W1080ST plus

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/10/2015 14:57 / atualizado em 22/10/2015 14:57

Divulgação/BenQ

 

Pensado para gamers e cinéfilos de plantão, o W1080ST+, novo modelo da BenQ é um dos projetores mais tecnológicos disponíveis no mercado. Equipado com conexão wireless, suporte para filmes e jogos em três dimensões e resolução em 1.080p Full HD.

Apesar da primeira conexão ser um pouco complicada e exigir algumas breves consultas ao manual, a conectividade sem fio facilita, e muito, a vida do usuário. Basta instalar e conectar uma única vez para que o W1080ST+ reconheça a rede todas as vezes que for ligado.

O dispositivo conta com uma tecnologia exclusiva da BenQ que assegura cores, níveis de tonalidade e saturação 100% personalizáveis. Seis segmentos de cor (RGBRGB) garantem pigmentações fiéis e cores mais reais. O aparelho realmente transforma salas de estar e ambientes mais espaçosos em verdadeiros cinemas ao oferecer uma tela de 100 polegadas a apenas 1,5 metro de distância.

Apesar da projeção lateral, com correção horizontal, garantir a possibilidade do aparelho ser utilizado em espaços relativamente pequenos; a luz extremamente quente projetada pelo dispositivo acaba deixando o uso inviável.


Economia de energia

O modelo W1080ST+ conta com a função Eco Blanck, que deixa a tela branca quando o projetor passa um tempo sem reproduzir nada. Segundo informações da BenQ, a uso, conservando a vida útil da lâmpada, são apenas algumas das formas encontradas pela empresa para que os aparelhos não necessitem de tanta energia. O preço sugerido do projetor é R$ 5.349,00.

Com informações de Álef Calado.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.