ATIVISMO

Hashtag #SeraQueÉRacismo chama atenção para preconceito no cotidiano

Campanha surgiu após caso de massacre contra cinco jovens negros no Rio de Janeiro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/12/2015 15:24 / atualizado em 08/12/2015 16:25

Diário de Pernambuco

Jovens usaram as redes sociais nesta segunda-feira (7/12) para protestar contra a morte de cinco jovens negros, assassinados no Rio de Janeiro, pela polícia na última semana. Com a hashtag #SeráQueÉRacimo, os usuários do Facebook e do Twitter chamam a atenção a situações de preconceito que ocorrem no cotidiano.

Jovens de 16 a 25 anos foram baleados por policiais militares na Zona Norte da cidade. O carro onde estavam foi atingido por 63 tiros. Wilton Júnior, de 20 anos, Wesley Rodrigues, de 25 anos, Cleiton Corrêa de Souza, de 18 anos, Carlos Eduardo da Silva de Souza, de 16 anos, e Roberto de Souza Penha, de 16 anos, morreram na hora.



#Seraqueéracismo Quando olham pro seu cabelo crespo e diz: Eu preferia quando você alisava.

Posted by Adriana Silva on Segunda, 7 de dezembro de 2015


#SeraQueÉRacismo quando entro na loja, dou vários rolés dentro da mesma e nenhum vendedor vem me atender?

Posted by Jalmyr Vieira on Segunda, 7 de dezembro de 2015


#seraqueéracismoEu ficar com o banco do ônibus vazio ao meu lado durante 40 minutos com o onibus parcialmente cheio pq minha figura livre(cabelo,roupas e Acessórios) assustam as pessoas..Será que é?

Posted by Renata Morais on Domingo, 6 de dezembro de 2015


Ja ouvi que minha filha teve sorte porque ela é quase branca e o cabelo nem é tão ruim assim.#seraqueéracismo

Posted by Andreia Clemes da Rocha on Segunda, 7 de dezembro de 2015








Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.