Cofundador do WhatsApp se diz desapontado com decisão da justiça do Brasil

"Estamos tristes por ver o Brasil se isolar do resto do mundo", afirmou

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/12/2015 01:12 / atualizado em 17/12/2015 01:25

O criador e cofundador do WhatsApp, Jan Koum, postou no Facebook uma mensagem em que se diz muito triste com a "decisão míope" do Brasil de bloquear o acesso ao aplicativo por 48 horas. "Estamos desapontados com essa decisão míope de cortar o acesso ao WhatsApp, uma ferramenta de comunicação que muitos brasileiros passaram a depender, e tristes por ver o Brasil se isolar do resto do mundo", afirmou.

We are disappointed in the short-sighted decision to cut off access to WhatsApp, a communication tool that so many...

Posted by Jan Koum on Quarta, 16 de dezembro de 2015


A partir das 23h30, vários usuários reportaram que já estavam sem conexão com o aplicativo. A meia-noite, a maior parte das pessoas "xingava muito no Twitter" por não conseguir se conectar, mesmo utilizando a rede wi-fi.

A decisão de bloquear o WhatsApp foi tomada pela Justiça de São Paulo em um processo que corre sob sigilo. As operadoras, por meio do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), confirmaram o recebimento da notificação judicial na tarde desta quarta-feira (16/12) e cumpriram a decisão, imposta sob risco de multa.

Telegram
Quem ganhou com a decisão foi o aplicativo Telegram, que ganhou mais de 1 milhão de novos usuários brasileiros em menos de quatro horas. Um das características do aplicativo é ter como foco a segurança. Com ele, é possível, por exemplo, abrir chats "secretos", trocar imagens e vídeos.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Elias
Elias - 17 de Dezembro às 08:22
A única coisa que funcionava no Brasil eles acabaram!