Empresa lança durante a Campus Party torneios de games no Brasil

Durante palestra no palco principal, um diretor da empresa revelou os planos para iniciar a ESL Brasil Premier League

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/01/2016 11:00

A Electronic Sports League (ESL), maior empresa de esportes eletrônicos do mundo, anunciou sua chegada ao Brasil na quarta-feira (27/1), durante a Campus Party, evento de tecnologia e cultura digital que acontece em São Paulo até o próximo domingo. Durante palestra no palco principal, um diretor da empresa revelou os planos para iniciar a ESL Brasil Premier League, campeonato que reunirá equipes de jogadores de títulos de games populares, como League of Legends, HearthStone e Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). A empresa vai realizar competições regulares no País.

As primeiras partidas começam em março e, ao longo de 2016, os campeonatos distribuirão R$ 80 mil em prêmios para os participantes. "Queremos focar no talento dos jogadores e na paixão dos fãs brasileiros", disse Spike Laurie, diretor da ESL no Reino Unido, durante o evento. "O Brasil sempre esteve no nosso radar. Com a ESL Brasil Premier League, vamos colocar os primeiros tijolos para criar os atletas do amanhã."

História
Fundada em 1997, a ESL é responsável por alguns dos principais eventos de esportes eletrônicos do mundo. Com mais de 5 milhões de jogadores cadastrados e 1 milhão de times, a empresa já organizou mais de 22,5 milhões de partidas, entre eventos presenciais e online. A ESL é hoje a principal empresa de esportes eletrônicos do mundo - um mercado avaliado em 2015 em cerca de US$ 750 milhões, segundo a consultoria especializada em games Superdata.

Inicialmente administrada pelo grupo alemão Turtle Entertainment, a ESL teve 74% de suas ações vendidas ao conglomerado de mídia sueco Modern Times Group em julho de 2015, por € 78 milhões. O grupo MTG controla uma série de TVs abertas e canais pagos na Escandinávia e em países do Leste Europeu.

Ao longo de 2015, a empresa distribuiu mais de US$ 15 milhões em prêmios em todo o mundo. A empresa se destacou ao organizar o ESL One, campeonato do jogo Counter-Strike: Global Offensive. Realizado na cidade de Colônia, na Alemanha, o ESL One teve 27 milhões de espectadores pela internet e 11 mil pessoas ao vivo, com prêmio de US$ 250 mil. O torneio, que teve a participação do time brasileiro Luminosity Gaming, perdeu para os suecos da Fnatic e foi a primeira competição de esportes eletrônicos a contar com testes antidoping.

Calendário
Segundo a organização, a ESL Brasil Premier League terá disputas regulares entre as equipes e dará aos fãs brasileiros a chance de acompanhar as transmissões dos principais campeonatos da empresa em português.

Narradores, comentaristas e analistas de games deverão ser contratados para participar das transmissões da empresa, que terá um estúdio próprio em São Paulo. O calendário completo das competições será divulgado em breve, mas a ESL também quer contar com a participação de jogadores amadores. "A primeira fase do campeonato será aberta a qualquer um. Depois das qualificatórias, teremos uma temporada de partidas online e uma final no nosso estúdio", disse Laurie.

Leia mais notícias em Tecnologia

Por enquanto, as partidas devem acontecer apenas na internet e no estúdio de São Paulo. "Ainda não temos planos para fazer um evento presencial no Brasil. Nosso foco é estabelecer a Premier League", disse o executivo. No exterior, palcos como a O2 Arena, em Londres, e o Madison Square Garden, em Nova York, já receberam campeonatos da companhia.

Para Lucas Almeida, dono da organização INTZ, que tem equipes competitivas de jogos como League of Legends, Counter-Strike: Global Offensive e Battlefield, a chegada da ESL ajuda o cenário brasileiro a se diversificar e crescer, especialmente durante a crise econômica. "Com a chegada da ESL, algumas modalidades terão torneios regulares e isso incentiva os jogadores a treinarem cada vez mais", diz Almeida. Ao todo, a INTZ tem mais de 45 jogadores profissionais em seus times - o destaque fica para a equipe campeã do primeiro turno do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) realizado em 2015. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.