Fenômeno do Snapchat, Thaynara Og conta ao Correio como lida com a subfama

A maranhense entrou no Snapchat em 2012, quando duas amigas da faculdade apresentaram o aplicativo a ela dizendo que "era a sua cara"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/02/2016 20:21 / atualizado em 19/02/2016 20:23

Reprodução/Instagram


"Kiu", "mermã", "venci na vida" e "Jade sinistra". Quem tem Snapchat e ainda não ouviu essas palavras repetidas vezes não conhece a maranhense Thaynara Og e não sabe o que está perdendo. Novo fenômeno da internet, Thaynara Gomes, 23 anos, conquistou o público virtual e já acumula mais de 80 mil visualizações diárias em sua conta. Com um formato diferente de publicações no aplicativo, a jovem faz uma espécie de programa ao vivo, com direito até a sonoplastia e gravação dos bastidores. Ela já conquistou alguns famosos, como Camila Queiroz, Camila Coutinho, Diego Nunes, Susana Werner, Caio Braz, Jout Jout, Bel Pesce, Celso Portiolli, entre outros. À pedido do público, a jovem já planeja criar um canal no YouTube.


Nascida e criada em São Luis, no Maranhão, a advogada já é reconhecida por todos os cantos da cidade. Em entrevista ao Correio, Thaynara diz que a abordagem se dá, na maioria das vezes, com um “kiu”, bordão que ela mesma inventou e fala sempre, mesmo antes da “subfama”, que se estende até aos familiares e amigos que aparecem no Snap. “Essa é a melhor parte de toda essa repercussão. Nunca imaginei que chegaria a essa ponto, porque fazia os videos despretensiosamente”, conta. A maranhense ressalta que esse engajamento e feedback são positivos, inclusive para dimensionar o nível de aceitação que tem no aplicativo.

 

 


Mesmo sendo a estrela do app, Thaynara conta com algumas “ajudinhas especiais”. A poodle de 15 anos mais famosa do Brasil, Jade Sinistra, e Lud, ou Ludmila, irmã mais nova de Thaynara, de 17 anos. O cenário dos vídeos é, geralmente, o quarto dela, onde tem um computador e um iPad em mãos, que auxiliam na edição dos snaps -- ela coloca uma espécie de vinheta para anunciar o programa e os bastidores. Já a seleção de pautas não é nada planejada, ocorre de maneira natural. “No quadro 'Thay Responde', eu peço sugestão dos seguidores e entro na brincadeira, respondendo sobre qualquer assunto, desde curiosidades sobre a própria vida até conselhos amorosos”, explica.


O programa ao vivo começou depois que Thaynara passou a fazer vídeos. Ela comenta que, como tinha poucos seguidores, se sentia à vontade por só ter conhecidos a assistindo. “Adaptei esse modelo sem pretensão alguma e, em julho do ano passado, pessoas que eu não conhecia começaram a se interessar e enviar solicitações para seguir. Foi aí que começou o 'boom' de seguidores”. Como inspiração, a jovem assiste sempre às contas do comediante Rafinha Bastos, “pois é criativo, tem boas sacadas e também brinca com os recursos do aplicativo”, e do Padre Fábio de Melo. “Me identifico mais com esse estilo e todos esses perfis são bem divertidos", justifica. 

 

 

 

A maranhense entrou no Snapchat em 2012, quando duas amigas da faculdade apresentaram o aplicativo a ela dizendo que “era a sua cara”. De acordo com a advogada e digital influencer nas horas vagas, ainda não existia a ferramenta que armazenava os Snaps por 24h, por isso ainda fazia muitas sequências de fotos contando situações do dia a dia e enviava apenas para alguns amigos, que faziam a propaganda para terceiros.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.