Assassin's Creed: Identity chega ao mundo dos mobiles

Gráficos decentes, opções de assassinos e modo on-line são destaques do game que desembarca no país com exclusividade para o iOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/05/2016 09:00 / atualizado em 02/05/2016 16:53

Ubisoft/Divulgação

 

Depois dos consoles e das versões portáteis, é hora de os dispositivos móveis receberem mais um título da irmandade de assassinos mais famosa do mundo. Assassin’s Creed: Identity já estava disponível em outros cantos do globo desde setembro de 2015 e chega ao Brasil com exclusividade para o iOS.


Por não contar com modo história, no RPG de ação, os jogadores devem cumprir missões relativamente simples, que vão de assassinatos a perseguir alvos, recuperar itens, além de proteger personalidades importantes da história, como o pintor e escultor Leonardo da Vinci.

 

Ubisoft/Divulgação


Ambientado na renascença italiana e com elementos conhecidos da arquitetura internacional, como a Basílica de Santa Cruz, em Florença, e o Coliseu, em Roma, Identity possui gráficos incríveis, detalhados, com profundidade em 3D e que lembram vagamente os dos consoles.

 

Os controles são tranquilos. Enquanto um direcional movimenta o assassino, outros botões são responsáveis por atacar, Em combates, os controles demoram um pouco para responder, o que deixa as batalhas relativamente complicadas. E por falar nelas, apesar de não apresentarem um desafio real, são um boa maneira de ganhar experiência e subir o nível do assassino, desbloqueando melhoras para as armaduras e novas armas.

 

Ubisoft/Divulgação
 


A personalização é um dos pontos altos do game. Tanto é que o jogador pode escolher entre quatro classes: Berserker, Shadow Blade, Trickster e Thief. Cada estilo conta com os seus próprios movimentos especiais. Enquanto o primeiro é capaz de atordoar oponentes e causar danos a vários alvos, o segundo consegue arremessar facas e bombas de fumaça e perfurar armaduras, e o terceiro, confundir inimigos, usar disfarces e armar bombas-relógio. A quarta classe é desbloqueável apenas mediante compra.

 

Ubisoft/Divulgação
 


Incentivando a interação por meio das redes sociais, é possível contratar um “amigo assassino”, que jogue Identity e que também tenha vinculado o game ao perfil no Facebook. Há ainda um comando responsável por criar multidões, que podem te ajudar a assassinar um alvo ou passar despercebido por guardas.

Conclusão

Assassin’s Creed: Identity conta com gráficos excelentes, mas jogabilidade fraca e controles lentos. A falta de um modo história pode fazer com que o jogador perca o interesse com bastante facilidade, por não ter nada para acompanhar.

» Avaliação
- Jogabilidade: 5
- Entretenimento: 7
- Gráficos: 9
- Som: 9
- Nota final: 7,5

» Informações técnicas
- Publicação: Ubisoft
- Desenvolvimento: Blue Byte Software
- Plataformas: iOS
- Preço: U$ 4,99

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.