Realidade Virtual se populariza no Brasil após os Jogos Olímpicos Rio 2016

O evento esportivo apresentou tecnologias inéditas ainda não vistas nas Olimpíadas e consolidou outras em ascensão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/09/2016 18:31 / atualizado em 26/09/2016 14:12

UView/Divulgação
 

 

Durante as Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016, o público pôde acompanhar as modalidades praticamente de dentro dos locais de competição sem mesmo sair de casa. A comodidade é fruto da tecnologia de realidade virtual, que foi utilizada durante os jogos para colocar o espectador em interação com ambientes criados digitalmente em 360 graus.

Além de apresentar inovações tecnológicas ainda não vistas nas Olimpíadas, o evento esportivo consolidou, de uma vez por todas, a tecnologia de imersão. Bastava ter um computador ou um aparelho celular compatível com o formato de vídeo em 360 graus para se sentir dentro do estádio.

 

 

Nos Jogos Olímpicos do Rio a startup UView 360 fez com que os internautas se sentissem verdadeiros atletas olímpicos e, através de vídeos em 360 graus, transportou milhares de pessoas para um passeio pelo Parque Olímpico, apresentou pontos turísticos do Rio de Janeiro através do seu aplicativo, entre outros conteúdos que atraíram brasileiros e gringos.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.