Intel oficializa lançamento da 7º geração de processadores 'Core' no Brasil

Nova linha apresenta melhorias no consumo de bateria e na segurança e traz experiências voltadas a realidade virtual e a tecnologia 4K

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/03/2017 15:41 / atualizado em 24/03/2017 16:01

Álef Calado/Esp.CB/D.A Press

São Paulo - Alguns meses depois do lançamento no exterior, a Intel apresentou, nesta quinta-feira (23/3), a 7° geração de processadores 'Core' no Brasil. A nova família apresenta melhorias significativas na experiência do usuário com tecnologias de realidade virtual e 4K e no desempenho em jogos. 
 
Os processadores são baseados na arquitetura de 14 nm e apresentam melhor velocidade de  resposta. Durante a apresentação, Mauricio Ruiz, diretor geral da Intel no Brasil, afirmou que cerca de 40 milhões de PC's com mais de quatro anos estão em funcionamento no país. Comparado a esses devices, a nova geração traz um aumento de 25% na produtividade e de ate 65% no desempenho de gráficos 3D, melhorando a experiência do usuário com a reprodução e o streaming de vídeos UHD 4K.  
 
Para notebooks, o destaque fica para o aumento na eficiência do consumo de bateria. A 7° geração utiliza uma microarquitetura que, juntamente com a aceleração de hardware, otimiza o o aproveitamento, chegando a entregar até três vezes mais autonomia para o usuário. 
 
Álef Calado/Esp.CB/D.A Press
 

Outra novidade interessante é a chegada de um processador i3 voltado para games. A única informação divulgada é que o i3 Unlocked estará disponível no próximo trimestre. “O mercado de PCs continua evoluindo, e a 7ª Geração dos Processadores Intel Core agora traz os benefícios da resolução 4K, realidade virtual e tudo que é necessário para proporcionar uma experiência imersiva realmente envolvente para o usuário”, explica Maurício. 
 
Preparada para o futuro
A nova geração está pronta para as novas tecnologias, inclusive as de realidade virtual, mercado com chance de levantar cerca de U$ 80 bilhões até 2025. A 7° família também está preparada para receber o Intel Optante, um recurso em construção pela norte-americana que visa tirar "os gargalos da plataforma" e melhorar o processamento.
 
Álef Calado/Esp.CB/D.A Press
 
 
Voltada para negócios
Além dos processadores para uso convencional em computadores e notebooks, a Intel também anunciou a chegada da sétima geração dos processadores vPro, voltados para o uso corporativo. 
 
Um dos pontos levantados durante a apresentação é que se o funcionário de determinada empresa tem em casa um aparelho bacana, ele não espera encontrar um device inferior no trabalho. Por isso, a linha corporativa visa atender os anseios de um mercado cada vez mais digital, trazendo recursos voltadas ao gerenciamento remoto de computadores e a segurança, com a tecnologia Intel Authenticate, que oferece credenciamento via biometria, PIN, proximidade (um aparelho próximo permite acesso ao computador) e geolocalização. 
 
“Para o segmento corporativo, o aumento da segurança dos dados, com vPro e Authenticate, e a economia no consumo de energia fazem da 7ª Geração a melhor opção para empresas buscando a modernização”, completa Ruiz
 
*O jornalista viajou a convite da Intel. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.