Brasil Game Show: confira os destaques da 10° edição da feira

Com 250 marcas, dez atrações internacionais e vários campeonatos de jogos, a #BGS10 promete ser a maior de todos os tempos. Evento acontece de 11 a 15 de outubro, em São Paulo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/08/2017 10:00 / atualizado em 21/08/2017 19:42

BGS/Divulgação

A Brasil Game Show (BGS), maior feira de jogos da América Latina, se prepara para a sua 10º edição. Com uma área 10 mil metros maior do que a da edição anterior, dez convidados internacionais e o primeiro campeonato feminino de CS:GO, os organizadores prometem que a #BGS10, que acontece de 11 a 15 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo, será a maior e melhor de todos os tempos. 
 
Os visitantes poderão conhecer os estandes de 250 marcas - dentre elas, gigantes do ramo como Ubisoft, Warner Bros. Games, Activision e CD Projekt Red - e bater um papo com personalidades do universo gamer. Dentre os nomes já confirmados estão Ed Boon e Hector Sanchez, responsáveis pelas séries Mortal Kombat e Injustice; David Crane, cofundador da Activision e criador do Pitfall, jogo que revolucionou a indústria dos videogames ao se tornar o primeiro título em estilo plataforma do mundo; Stephen Bliss, artista sênior da Rockstar Games e um dos responsáveis pela identidade visual de Grand Theft Auto (GTA); Nolan Bushnell, criador do Atari 2600; e Hideo Kojima, a lenda por trás da série Metal Gear.
 
“As atrações são escolhidas a partir de uma pesquisa prévia com o público. O nome do Kojima sempre foi um dos mais solicitados e trabalhamos forte nos últimos meses para poder realizar o desejo do público de trazer ele ao Brasil. Nessa reta final, vamos anunciar alguns nomes ligados às empresas participantes e que possuem uma pegada dos que já foram confirmados. Ainda vem muita coisa boa por aí”, revela Marcelo Tavares, CEO e fundador da Brasil Game Show. 
 
BGS/Divulgação
 
 
Os visitantes podem aproveitar a oportunidade e colocar as habilidades a prova participando das competições que acontecem durante a feira, dentro da Brasil Game Cup (BGC). Este ano, um dos destaques é o primeiro campeonato feminino de CS:GO e a competição regular de Dota 2. Outras duas modalidades disponíveis serão divulgadas em breve.   

Produção independente
Jogos e estúdios indie tem espaço garantido na BGS. Ao todo, 100 estandes são voltados exclusivamente para empresas brasileiras que produzem jogos para tablet, smartphone, PlayStation 4, Xbox One e PC. “A qualidade dos jogos feitos no Brasil tem melhorado bastante; por isso, temos dado uma atenção cada vez maior para os estúdios independentes. Além do Indie Meeting, uma série de painéis apresentando os títulos produzidos em território nacional, convidamos uma pessoa importante no cenário independente internacional só para falar sobre isso”.
 
Ele destaca ainda que a BGS é uma porta de entrada para o mercado mundial. “Não é difícil encontrar representantes da Microsoft e da Sony de olho na nossa área independente. Tanto é que algumas empresas que hoje trabalham com a Ubisoft fecharam acordos durante as edições passadas da feira”, explica. 
 
BGS/Divulgação


Edições locais
Sobre edições em outros estados da Brasil Game Show - a exemplo da Campus Party, que desembarcou em Brasília este ano - Marcelo ressalta que o foco “viajante” é na Brasil Game Cup. “A princípio, o que a gente pôde fazer foi mudar algumas etapas da BGC para o Rio de Janeiro, afim de trazer um conteúdo legal para uma região importante. As edições regionais ainda não estão nos nossos planos, mas fizemos mudanças na BGS para atender os visitantes de outros estados. Dentre eles está a mudança da data, que passou para um feriadão, e as parcerias com companhias aéreas, hotéis e empresas de transporte”, completa. 

» Serviço
10º edição da Brasil Game Show (BGS)
De 11 a 15 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo
Ingressos a partir de R$ 79. 
Mais informações: www.brasilgameshow.com.br
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.