TESTE

Primeiras impressões: demo do Fifa 2018 mostra onde o jogo pode chegar

No primeiro contato com o novo título do game de futebol da EA, é possível perceber as melhorias na jogabilidade e nos gráficos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/09/2017 18:00 / atualizado em 18/09/2017 18:04

EA Games/Divulgação

No mundo dos games, quando uma série alcança o estrelato, é comum aguardar por um novo título com grande expectativa. Essa espera, normalmente, se dá pelo intervalo de tempo de um jogo para outro. Algumas produtoras demoram anos para lançar uma sequência. Este não é o caso dos baseados em esportes, como o Fifa, prioduzido pela EA Games. Todo ano é lançado uma nova versão, aprimorada e cheia de novidades. No próximo dia 29, chega o mais recente integrante da família de jogos de futebol, o Fifa 2018.



Por enquanto, é possível jogar apenas o demo do game. O Tecnologia testou a versão de demonstração e, em uma primeira impressão, pode conferir porque o jogo é, a cada título, um dos mais vendidos do ano. Como no Fifa 2017 — e em outro games da EA — a mecânica Frosbite melhora, e muito, a jogabilidade. Utilizando os movimentos de jogadores reais, como o craque português Cristiano Ronaldo, a dinâmica de jogo está cada vez melhor.

 

Graças a tecnologia, os dribles — uma das melhorias frequentes realizada pela produtora na série — ficam cada vez mais complexo. O movimento é realizado com facilidade por atletas que contam com o recurso na vida real e com dificuldade para os que não tem. Assim, jogadores de ataque driblam facilmente, enquanto os de defesa não. Outro recurso que recebe melhorias a cada versão é o nível gráfico. O Fifa 2018 beira a perfeição, principalmente nos grandes jogadores. Com expressões e comemorações idênticas às do mundo real.

 

EA Games/Divulgação

Algumas da novidades perceptíveis no demo é a saída de bola, que agora atende a nova orientação da Federação Internacional de Futebol, onde pode-se dar início a partida (ou retomá-la) tocando para trás, antigamente era obrigatório a saída para frente. Com isso, apenas um jogador fica no círculo central. Outra novidade interessante são as substituições rápidas. O recurso permite fazer uma troca de jogadores sem dar pausa no jogo. A alternância pode ser programada ou sugerida pelo game. Em momentos de bola parada, aparece a opção, basta acioná-la para fazer a substituição.

 

EA Games/Divulgação

Iniciado no Fifa 2017, o modo "A Jornada" retoma a carreira do jovem Alex Hunter. Como na última edição, o demo não entrega muito da história. Podemos perceber que Hunter deixou de ser um calouro para virar um jovem em ascensão, com propostas de diversos times do mundo. Já no FUT, além das campanha clássicas, no jogo oficial será possível utilizar grandes jogadores da história do futebol como Maradona, Ronaldinho, Ronaldo Fenômeno e o Rei Pelé. Mas, como de costume, na demonstração não é possível jogar o modo.

 

EA Games/Divulgação

Pelo demo, a edição 2018 de Fifa tem tudo para ser o melhor jogo da franquia. Assim como foram as anteriores. Fifa 2018 poderá ser jogado nas plataformas de PlayStation 4, Xbox One e PC. O jogo oficial chega no dia 29 de setembro em mídias físicas e digitais. Os preços variam de R$ 209 a R$ 383.

 

EA Games/Divulgação

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.