Jornal Correio Braziliense

REVIEW

Análise: Zenfone 4, um smartphone premium com preço de intermediário

Testamos o novo smartphone da Asus. O Zenfone 4 conta com bom conjunto de câmeras, processador e memória RAM potentes, mas bateria que poderia ser melhor

Geison Guedes - Especial para o Correio

- Foto: Geison Guedes/Esp.CB/D.A Press 

Testamos o novo smartphone topo de linha — no Brasil — da Asus, o Zenfone 4. Equipado com processador Snapdragon 660 da Qualcomm, 6GB de RAM, 64GB de armazenamento interno, câmera dupla com lente wide de 120º, bateria de 3.300mAh e tela Full HD (1920 x 1080) IPS de 5,5 polegadas. O preço sugerido pela empresa é de R$ 2.499, junto com o aparelho vem o kit básico: carregador, cabo (que é USB-C) e fone de ouvido, mas ele ainda vem com uma capinha transparente, que já evita aquela busca louca por uma proteção.

Como no Zenfone 3, o 4 tem acabamento premium. O corpo é feito de metal, nas laterais, e vidro na traseira. Mas, como na geração anterior, ele escorrega bastante, mais um motivo para utilizar a capinha que vem junto. A grande mudança no design ficou pela posição do leitor de digital, que saiu da parte de trás e foi para a dianteira, junto ao botão home. O desbloqueio pode ser feito com até cinco dedos diferentes, a leitura é rápida e precisa. A posição é questão de gosto, uns gostam na frente, outros atrás.

Outra modificação no design foi a posição da câmera traseira e, consequentemente, do flash também. No 4, ela segue o estilo do Zoom 3, posicionada no canto superior direito. Os botões de ligar/desligar e de volume, assim como as entradas do carregador e de fone de ouvido ficaram no mesmo lugar da geração anterior, a câmera frontal trocou de lado.

Processamento
- Foto: Geison Guedes/Esp.CB/D.A Press
Uma das maiores reclamações dos usuários de computadores e smartphones é o travamento. No entanto, com o Zenfone 4, não precisa se preocupar com isso. Afinal, estamos falando de um aparelho que tem 6GB de memória e um chipset de 2,2GHz e 2MB Cache. Dessa forma, pode carregar o que quiser nele que não há a possibilidade de travar. Quem gosta de jogar no celular, pode ficar tranquilo, até os games mais pesados rodam fácil.

Além disso, o sistema de ajuste de brilho automático funciona muito bem. O aparelho leva pouquíssimo tempo para se adaptar a luminosidade do ambiente e ajustar o brilho da tela. Um ponto negativo do processamento é que, ao utilizar um aplicativo pesado como um jogo, ou até mesmo a câmera no modo de filmagem, o aparelho esquenta. Nada muito absurdo ao ponto de queimar, mas o suficiente para causar um certo desconforto.

 

- Foto: Geison Guedes/Esp.CB/D.A Press 

 

A bateria é um caso à parte. Com seus 3.300mA não é ruim, mas também não é essa maravilha toda. Em um uso moderado (acessar redes sociais, um ou outro site e tirar algumas fotos por dia) é possível ficar mais de um dia sem carregar, algo próximo a oito horas de tela. Agora, quem gosta de usar bastante, utiliza muito o bluetooth, tira fotos e faz muitas filmagens e costuma jogar, pode saber que a bateria não aguenta o tranco,  vai precisar carregar umas duas vezes no dia (de manhã e à noite, por exemplo), e não vai conseguir muito mais que cinco horas de tela.

A parte boa é que ele tem modo de recarga turbo. Meia hora, mais ou menos, na tomada e é possível ganhar uns 30% de carga. Se a bateria estiver totalmente zerada, são necessárias duas horas para alcançar a carga total da bateria.

Herança
- Foto: Geison Guedes/Esp.CB/D.A Press


Um fator herdado da geração anterior, é o slot para cartão híbrido. Dessa forma, ou você usa dois sins card ou um chip e um memory. Não tem como utilizar duas linhas e expandir a memória interna. Sobre o armazenamento, o 4 conta com 64GB de espaço interno, podendo expandir para até 2TB. Pode parecer muito, mas não é isso tudo. Primeiro porque o sistema operacional consome 12,4GB, com isso, sobra apenas 51,6GB. Para se ter uma idea, cerca de 130 aplicativos instalados (dos mais variados), mil imagens da câmera e 1.36GB de imagens do WhatsApp usam 23.1GB de espaço, ou seja, quase metade do armazenamento restante.

Não é exatamente uma herança da família 3. Mas o Zenfone 4 já vem com a nova interface da ZenUI, a 4.0. Que chegou na linha anterior pouco antes do lançamento da nova geração. A interface ficou mais limpa e fácil de usar. A Asus diminuiu bastante a quantidade de aplicativos nativos, o que facilita a vida do usuário, deixando a escolha dele o quê e como usar.  

Feito para fotografar

- Foto: Geison Guedes/Esp.CB/D.A Press 

 

Não é de hoje que os smartphones vêm substituindo as câmeras digitais. E não é para menos, cada vez mais as empresas estão investindo em tecnologias. A moda do momento é a de câmera dupla. Na Asus, o conceito surgiu no Zenfone 3 Zoom e está presente em toda a família 4, cada um com suas particularidades. A lente dupla do aparelho que o Tecnologia testou, vem com um sensor IMX362 da Sony de 12MP e  1,4μm e abertura de f/1.8 na principal.

A secundária tem 8MP e é grande angular, tem 120º de amplitude. O zoom é digital de até 4x. A câmera frontal também tem 8MP de resolução e abertura de f/2.0. Inaugurado no 3 Zoom, o modo "Retrato" está presente tanto na lente traseira quanto na dianteira. Dessa forma, também é possível tirar selfies borrando o fundo automaticamente.

A qualidade das fotos tiradas pelo Zenfone 4 são impressionantes. Não interessa se tem pouca ou muita luz, ele se adapta bem ao ambiente e consegue capturar imagens praticamente perfeitas. O modo wide ajuda na hora que é preciso mais espaço na imagem. Com um ângulo maior, é possível tirar fotos "mais abertas". Já o zoom, por ser digital, perde qualidade na capacidade máxima. Mas, utilizando até 2x, ainda é possível tirar boas fotos.

 

 

 

Ficha técnica

 

Processador: Qualcomm Snapdragon 660
Memória RAM: 6GB
Armazenamento interno: 64GB (expansível para até 2TB, via MicroSD)
Dimensões (A x L x E): 153,3 x 75,2 x 7mm
Peso: 175 gramas
Tela: Full HD IPS de 5,5 polegadas
Resolução: 1920x1080 pixels
Câmeras: Traseiras de 13MP e 8MP e frontal de 8MP
Slots para cartão: Dual SIM LTE 4G e MicroSD
Conectividade: Wi-Fi, Bluetooth 4.1, GPS, NFC
Sistema operacional: Android 7.0

Bateria: 3.300 mAh

Preço: R$ 2.499