Luxo cinco estrelas: conforto aliado ao contato com a natureza

Além de conhecer paisagens paradisíacas, mergulhar nas águas cristalinas e conviver com os habitantes, o local oferece opções para quem gosta - e pode pagar - de conforto, mimos e suntuosidade nos hotéis e resorts instalados ao longo da costa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/06/2015 09:03 / atualizado em 17/06/2015 19:03

Thaís Paranhos

Thais Flaeschen Paranhos/CB/D.A Press

Se o viajante procura luxo e conforto, os hotéis das Ilhas Maurício sabem como agradar aos hóspedes. As construções são verdadeiros cenários paradisíacos. Piscinas com borda infinita de frente para o mar, coqueiros e iluminação especial tornam o ambiente digno de uma moldura. Os quartos com vista para o Oceano Índico e o tratamento especial dos funcionários tornam a viagem de qualquer um ainda mais agradável. Mas tudo isso tem um custo. E alto. Na rede Beachcomber, por exemplo, que conta com cinco hotéis no país, a diária nos quartos mais simples pode custar entre R$ 1,1 mil e R$ 4 mil para o casal.

Os mimos se estendem por todosos serviços dos hotéis. Eles têm, ao menos, quatro ou cinco categorias de quartos diferentes para agradar a todos os gostos. Alguns parecem apartamentos completos. Quem deseja viajar com a família tem a oportunidade de alugar pequenas vilas, comuns na rede hoteleira. São propriedades dentro dos estabelecimentos, mas que podem abrigar até 10 pessoas. Em todos eles, no entanto, o hóspede pode ter uma certeza: o conforto e o contato com a natureza estão garantidos.

Além da praia, os hóspedes contam com infraestrutura completa nos hotéis que têm piscinas, academia, spa, quadras de esporte, espaço para crianças, bares e restaurantes. O dia nos hotéis luxuosos começa começa cedo, com um farto café da manhã, cheio de referência francesa nos pratos — o país pertenceu à França até o início do século 18. A refeição é, na maioria das vezes, acompanhada de uma vista para o Oceano Índico. Nas manhãs, são oferecidas várias atividades para amanutenção da saúde e bem-estar. É possível aulas de ioga ou de pilates e ou massagens no spa.

Royal Palm/Divulgação

Nas praias, os hotéis se desdobram para atender aos desejos dos hóspedes. É possível praticar esportes aquáticos — os equipamentos, na maioria das vezes, são fornecidos pelo próprio hotel — ou curtir um dos bangalôs ou espreguiçadeiras, cobertos com tecidos finos, que impedem a passagem direta dos raios solares, mas mantêm a luminosidade. Além disso, o visual fica muito bonito. Mesmo públicas, as praias em frente aos hotéis ficam quase que exclusivamente resguardadas a quem está hospedado.

A rede Beachcomber, pr exemplo, oferece os serviços de alguns hotéis cinco estrelas. Apesar da classificação única, ele guardam pequenas diferenças entre eles. De preço e de oferta de serviço a atendimento direto ao hóspede. No Royal Palm, por exemplo, na costa norte do país, o luxo é um item imprescindível. Em todos eles, o bem-estar dos hóspedes vem em primeiro lugar.

Thais Flaeschen Paranhos/CB/D.A Press

Culinária


Para quem aprecia as descobertas da gastronomia, os hotéis diversificaram as opções com variados restauurantes. No Dinarobin e no Paradis, ambos na Península de Le Morne, na costa sul, são cinco estabelecimentos diferentes em cada empreendimento. O turista pode provar da culinária típica da região, italiana ou asiática. As diárias incluem, além do café da manhã, uma outra refeição, normalmente, o jantar. Mas em época de baixa temporada, quando os hotéis ficam mais vazios, alguns costumam permitir aos clientes fazer todas as refeições no local sem pagar a mais por isso. Também há opções all inclusive, como no Shandrani.

O prato principal nas Ilhas Maurício são os frutos do mar. Para quem gosta de peixe, pedir um marlim ou atum é garantia de saborear uma deliciosa refeição. Os pratos também são marcados pelos legumes. Apesar de ser uma ilha, o país investe na agricultura local e produz alimentos bastante saborosos. Como de costume, os visitantes podem, antes de seguir para o jantar, degustar alguns drinques no bar do hotel.


Prepare o bolso

Preços comparativos dos hotéis da rede Beachcomber


Trou aux Biches

de R$ 1.915,80 a R$ 7.052,50

Dinarobin
de R$ 2.368,40 a R$ 14.408,80

Royal Palm
de R$ 4.231,50 a R$ 21.913,90

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.