NORDESTE

Para o merecido descanso, vá até a calmaria de Arraial D'Ajuda

Longe dos grandes centros urbanos, Arraial D'Ajuda tem mar calmo e cristalino e uma vida ainda pacata. À noite, aproveite a Rua do Mucugê, que concentra bons restaurantes, lojas de grife e de artesanato local

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/07/2015 17:00 / atualizado em 17/07/2015 15:12

Minervino Junior/CB/D.A Press

Se você procura um lugar para descansar a mente e contemplar as coisas boas da vida, o distrito de Arraial d’Ajuda é um forte candidato. A areia macia e o mar calmo, cristalino e de cor deslumbrante — uma mistura de azul e verde — fazem do lugar uma combinação perfeita para casais, jovens e famílias que buscam um cenário marcante. Uma travessia de balsa com duração de cinco minutos realiza a ligação entre Porto Seguro e esse charmoso distrito. Durante o trajeto feito pelas águas do Rio Buranhém, o visitante desfruta de uma paisagem belíssima formada pelo encontro do rio com o mar. A locomoção ainda pode ser feita em vans ou ônibus, percorrendo as ruelas da região.

Bem no centro de Arraial, fica a Igreja de Nossa Senhora d’Ajuda. Construída no século 16, é considerada o primeiro templo religioso do Brasil, e, por isso, foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Para os turistas, a paisagem e a história do santuário não podem ficar de fora do roteiro. Para os fiéis, é uma oportunidade ímpar de conhecer e vivenciar o local.

Com boa oferta de pousadas e resorts luxuosos, o distrito atrai milhares de turistas durante o ano. Uma das atrações é o Eco Parque. Inaugurado em 1997, esse parque aquático possui atividades para todas as idades. Os brinquedos aquáticos — importados do mesmo fornecedor dos parques da Disney —, fazem a alegria dos visitantes.

Aos que buscam mais agitação, a Rua do Mucugê reúne bares com músicas variadas, restaurantes sofisticados, lojas de grifes conhecidas e artesanato local, e boas casas noturnas. É sempre movimentada, principalmente à noite.

Sorridente, com um grande chapéu de palha de coco e as canções de Luiz Gonzaga na ponta da língua, o tocador de zabumba Zé Bujão, como é conhecido, atraía os olhares de quem passeava pela Praça dos Hippies, em Arraial. “Viva São João! É tempo de dançar o forrozinho pé de serra”, comemorava o senhor de 75 anos, que aproveitou o período de junho para aquecer as vendas do CD de autoria própria.

Foram os jesuítas portugueses que trouxeram a tradição das festas de são-joão ao Nordeste brasileiro. Originalmente, o evento era uma festa pagã que comemorava a chegada do solstício de verão no Hemisfério Norte. Transportada para o Hemisfério Sul, a data foi associada ao solstício de inverno. (MJ)


Onde comer

Bistrô D'Oliveira

bistroechalesdeoliveira.com
(73) 3575-1115
Especializado em frutos do mar, carnes nobres e exóticas

Delícias Baianas
facebook.com/deliciasbaianasarraial
(73) 3575-3064
Restaurante com boas opções da gastronomia do Nordeste

Don Fabrizio Restaurante
donfabrizio.com.br
(73) 3575-2407
Restaurante especializado em comida italiana

 

 

O paraíso do momento

 

Minervino Junior/CB/D.A Press

O pedaço privilegiado descoberto pelos hippies nos anos de 1970 continua preservando sua essência suave. No entanto, o distrito de Trancoso, localizado a 26 quilômetros da sede municipal, deixou de ser a vila rústica e isolada e tornou-se o destino mais desejado do Brasil, frequentado por antenados e VIPs. Isso porque o lugar tem realmente uma aura peculiar.

Trancoso teve origem numa antiga aldeia jesuíta denominada São João Batista dos Índios, mesmo nome da igrejinha que resiste até hoje no badalado Quadrado Histórico, no centro da vila. As casinhas antigas do local foram transformadas em lojas, bares, restaurantes, pousadas de alto nível e contribuem com a atmosfera sofisticada.

Mas as belíssimas praias, a natureza e a qualidade dos serviços não são o único aspecto a chamar a atenção do público selecionado que frequenta a região. Em 2012, o distrito adotou o Música em Trancoso (MET), festival de música erudita e popular que vai do sinfônico ao jazz, com passagens pelo tango e samba, e que atrai milhares de pessoas.

Um dos efeitos positivos desta ação — que ocorre sempre no mês de março — é a promoção de atividades que fazem da arte uma ferramenta de instrução e inserção na comunidade local. Ele ocorre no Teatro L’Occitane, que não pode faltar no roteiro dos visitantes.

Esporte
A prática esportiva também se destaca. Aos amantes do golfe, é possível acertar o famoso buraco 14, no luxuoso Terravista Golf Course, desfrutando de uma vista deslumbrante no pico de uma falésia à beira-mar. Entre nativos e estrangeiros, a mistura de línguas e etnias está sempre presente e contribui para o encantamento do lugar. Vale ressaltar que faz sol o ano todo. Mas é no verão que tudo se intensifica. Há festas nos clubes de praia, e os restaurantes funcionam a todo vapor.

Variedade é que não falta! São 23 praias, sendo sete na orla norte e as restantes espalhadas pela intocada natureza da orla sul, que atendem a todos os propósitos e gostos, seja a simples contemplação, seja a aventura, seja um delicioso mergulho.

 

O jornalista viajou a convite da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Porto Seguro 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.