Com o dólar em alta, cresce a preferência por viagens nacionais

O aumento na cotação refletiu no mais alto índice de intenções de viagem domésticas dos últimos cinco anos, segundo pesquisa do MTur

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/09/2015 19:36 / atualizado em 09/09/2015 19:36

Christophe Simon/AFP Photo
 

Quando o assunto é viajar, os brasileiros têm preferido os destinos nacionais. O relatório mensal do Ministério do Turismo aponta a alta do dólar como uma das razões. O estudo indica outras duas tendências: jovens de até 35 anos, campeões em intenção de viagem, elegeram a região Sudeste como principal destino nas férias. Além disso, quem vai viajar pelo Brasil não está pensando em aeroportos, mas sim em colocar o carro na estrada.

 

Tudo começou em 2013, ano em que média anual da cotação da moeda americana cresceu 10,5%. Os índices de intenção de viagens domésticas tiveram crescimento de 2,45% em relação ao ano anterior. A situação evoluiu, especialmente, em agosto de 2015, quando a cotação do dólar passou de R$ 2,26 (dois anos atrás) para R$ 3,51 (no início deste mês, ultrapassou os R$ 3,80). Com isso, o desejo de viajar pelo Brasil passou de 73,6% para 78% o terceiro maior índice mensal dos últimos cinco anos.

 

O estudo do Ministério do Turismo também revela o público que mais pretende viajar: os jovens. Os destinos brasileiros são preferência de 77,3% dos entrevistados de até 35 anos. Em comparação com o mês de agosto do ano passado, houve um crescimento de 31,4%.

 

Além disso, a pesquisa aponta o meio de transporte mais mencionado entre os que vão viajar pelo país nos próximos seis meses: o carro, escolhido por 30% dos brasileiros. Em comparação com o mesmo período do ano anterior, houve um crescimento de 19,5% na preferência por automóveis.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.