ENOTURISMO

Viaje pela Califórnia e experimente os encantadores vinhos do Novo Mundo

De trem ou a pé, em meio aos vinhedos, quem visita a Califórnia tem qualidade e variedade suficientes para encher várias taças com a bebida

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/09/2015 10:00 / atualizado em 10/09/2015 15:25

Bride to Bride/Reprodução

Os Estados Unidos são donos de um verdadeiro Vale do Silício no que se refere à produção de vinhos. Napa é uma das regiões do estado da Califórnia que começaram a atrair turistas, em 1976, e, desde então, consolidou-se por produzir vinhos de alto prestígio e conhecidos mundialmente pela qualidade de seus rótulos. Na região, há 500 vinícolas — a área de vitivinicultura mais densa do planeta.

A Califórnia também é responsável por mais de 90% da produção nacional, tanto de tintos quanto de brancos. As regiões produtoras de lá recebem, todo ano, cerca de 20 milhões de apreciadores do vinho, em busca das ótimas alternativas de enoturismo. Alguns produtores têm trabalhos de pesquisa na área de plantio e produção que são reconhecidos mundialmente. A estrada Highway 29 liga Napa a outras cidades e é rota obrigatória para conhecer restaurantes, vinícolas e wine bars.

Sonoma, por sua vez, é um dos principais destinos de enoturismo graças à proximidade com São Francisco. É conhecida por fornecer uvas para outras regiões (Mendocino, Monterey, Paso Robles, Russian River Valley, Dry Creek Valley e Alexander Valley). Rústica e bucólica, está localizada às margens do Oceano Pacífico — característica desejável para as plantações.

Nebulosa e fria (há quem diga que mal-humorada), Mendocino é lar da árvore viva mais alta do mundo, uma sequoia costeira de 112 metros de altura. A região também se destaca pela produção vitivinícola sustentável. Lá, os produtores investem no cultivo orgânico de uvas, sem adição de produtos químicos ou uso de pesticidas. O Turismo selecionou alguns passeios pelo universo do vinho — eles valem cada taça.

Napa Valley Wine Train/Reprodução - 18/9/14

Trem do vinho (Napa)

winetrain.com/train
Escolher um destino entre os mais de 250 estabelecimentos que se agrupam em torno da Highway 29 não é fácil. Para começar, vale a pena conhecer o Napa Valley Wine Train, o Trem do Vinho. Os vagões datam de 1910 e foram especialmente reformados para passeios enogastronômicos. A viagem dura três horas e segue por Yountville, Oakville, Rutherford e Santa Helena. Em um dos vagões há um tasting bar onde, por US$ 10, é possível experimentar até 40 vinhos.

Kendall-Jackson/Reprodução

Kendall-Jackson (Sonoma)
kj.com/food-and-wine-experiences
Localizada em Sonoma, a vinícola produz um dos rótulos mais cultuados dos EUA, o Kendall-Jackson Grand Reserve Cabernet Sauvignon — vinho com notas de café, chocolate e cassis. Uma das forma de aproveitar melhor o passeio é fazer a degustação às cegas: os visitantes têm direito a uma pequena amostra de sabores e aromas de olhos vendados. Os anfitriões prometem ensinar a degustar como profissional. Com uma hora de duração, a experiência custa US$ 30 por pessoa.

Wine Maps/Reprodução

Barra of Mendoncino
www.barraofmendocino.com
A vinícola tem mais de 200 mil m², berço de uvas cabernet sauvignon e zinfandel, é um negócio de família desde 1955. A imponência da vinícola se reflete no edifício-sede: datado de 1970, assemelha-se a uma taça de champanhe de cabeça para baixo. Vale a pena experimentar o Barra of Mendocino Petite Sirah, vencedor do prêmio de melhor vinho da região na 2015 Mendocino County Fair Wine Competition, realizada em agosto.
A garrafa sai por US$ 22.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.