LONDRES MUSICAL

Abbey Road, a famosa faixa de pedestres imortalizada pelos Beatles

Turistas disputam ângulo na Abbey Road para repetir clássica foto dos Beatles, mas é importante não se confundir e ir parar no local errado, pois há uma estação de metrô com o mesmo nome. Um projeto na internet faz com que os fãs conheçam o estúdio por dentro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/10/2015 10:00 / atualizado em 16/10/2015 11:18

Renan Damasceno

Andrew Winning/Reuters - 22/12/10

Acreditem, não é tão fácil assim conseguir uma foto atravessando a faixa de pedestres da Abbey Road como no disco homônimo dos Beatles, de 1969 — o 12º e penúltimo da banda. Parada obrigatória do passeio dos beatlemaníacos, a esquina costuma ser abarrotada de gente do mundo todo se acotovelando para reproduzir a foto histórica de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr, em frente ao Abbey Road Studios. O desafio é acertar o ângulo e as passadas no pouco tempo em que o sinal está fechado. Na foto original, o fotógrafo Iain Macmillan teve apenas 10 minutos para fazê-la, enquanto um guarda segurava o trânsito de carros e ônibus, no cruzamento com a Grove End Road.


Para chegar ao cruzamento, a estação mais próxima é St. John’s Wood, na Jubilee Line — o turista deve ter cuidado para não se confundir, pois existe uma estação de nome Abbey Road, do outro lado da cidade, ao leste de Londres, que nada tem a ver com o tradicional bairro. Logo na saída da estação, uma pequena loja com vários suvenires da banda já ajuda a entrar no clima. A faixa fica a poucas quadras de distância, seguindo pela Grove End Road.

Renan Damasceno/EM/D.A Press

Para quem quer viajar e explorar a história do estúdio — que também gravou discos de Pink Floyd, Duran Duran, Oasis, entre outros —, o Google tem um excelente projeto multimídia gratuito, o Inside Abbey Road (insideabbeyroad.withgoogle.com). Uma webcam transmite 24 horas as imagens do cruzamento (abbeyroad.com/crossing).


The Clash
Outra banda que aproveitou o lado externo do estúdio para a capa do disco foi o The Clash. Expoente da primeira onda do punk britânico, o grupo lançou o primeiro disco, homônimo, em 1977. A capa, em preto e branco, da fotógrafa norte-americana Kate Simon, trazia o trio liderado por Joe Strummer em frente ao antigo Rehearsal Rehearsals, um imenso galpão abandonado e em ruínas, em Camden Town, que várias bandas dos primórdios do punk usavam para fazer show, ensaiar, gravar, compor, tomar cerveja e até morar, caso de alguns integrantes do próprio Clash. O lugar mudou bastante e, hoje, está dentro do Camden Stables Market, um mercado com barracas de roupas, brechós e comidas do mundo todo. O galpão abriga uma loja de roupas futurísticas e música eletrônica.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.