SERVIÇO

O visto ainda é necessário para brasileiros entrarem no Canadá

Apesar do que foi divulgado na mídia, o Canadá não retirou a exigência do documento para brasileiros entrarem no país. A medida está prevista, mas não há data para ocorrer

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/11/2015 10:30 / atualizado em 05/11/2015 19:16

Laisa Queiroz /

AFP PHOTO/EVA HAMBACH

Nas últimas semanas, uma notícia circulou pela internet, desde blogs até grandes portais de mídia, causando euforia em muitos viajantes: brasileiros poderiam entrar sem visto no Canadá a partir de 2016. A informação é incorreta, segundo declaração do Consulado Geral canadense no Brasil, e advém de uma confusão na tradução de um documento. Mas não há motivos para desânimo: a exigência do visto vai, sim, acabar para alguns brasileiros. Só não foi definida uma data .

O governo do Canadá anunciou foi que, a partir de 15 de março de 2016, o preenchimento de uma autorização eletrônica chamada eTA (Electronic Travel Authorization) será obrigatório para passageiros que já são isentos do visto — como os ingleses. Essas pessoas podem solicitar o eTA desde agosto. Quem já tem um visto válido para o Canadá e cidadãos dos Estados Unidos não precisarão do eTA.

“O que o governo canadense nos informou oficialmente é que, no futuro próximo, mas em data ainda por definir, esse sistema eTA também vai ser aplicável a determinados viajantes brasileiros”, explicou o embaixador do Brasil no Canadá, Pedro Fernando Brêtas Bastos. Ou seja, por enquanto, continua valendo o visto. “É uma boa notícia, pois simplificará a vida de muita gente, mas é preciso esperar para ver todos os detalhes dessa nova medida.”

Em nota, o consulado confirmou a informação: “Não há uma data confirmada para a expansão do eTA, no entanto, é esperado que somente seja implementado após o eTA estar totalmente operante para os viajantes que atualmente estão isentos de visto.” Quando o documento for liberado para os brasileiros considerados de baixo risco, será preciso atender a alguns requisitos: poderão entrar portando a autorização eletrônica os passageiros que tiverem emitido o visto canadense pelo menos uma vez nos últimos 10 anos e os que estiverem com o visto estadunidense válido. Os demais deverão proceder com o pedido de visto como é feito hoje.

Como funciona

Arquivo Pessoal

Desde o ano passado, o visto canadense para turistas brasileiros passou a durar enquanto o passaporte da pessoa estiver vigente. A medida foi um avanço. Ainda assim, os viajantes reclamam da burocracia e da falta de informações. A servidora pública Jane Zumagline, 48 anos, vai visitar a filha, que mora em Vancouver, em janeiro, e teve que providenciar o visto. “É difícil entender quais são os documentos necessários, pois as informações nos sites oficiais são confusas. Como meu marido é militar, precisávamos, em tese, de uma documentação ainda maior que a que é exigida normalmente. E, chegando ao local de entrega, quando viram que tínhamos vistos válidos para os EUA, dispensaram metade dos documentos que gastamos tempo para reunir”, pontua.

Para evitar transtornos, o Turismo recomenda aos viajantes que moram em cidades que contam com Centros de Solicitação de Vistos para o Canadá (Cvac), operados pela VFS Brasil, ir pessoalmente para tirar dúvidas, em vez de recorrer aos sites ou ao telefone. “Apesar disso, depois da entrega dos documentos, o processo é muito rápido e o visto sai em poucos dias”, diz Jane.

O visto custa 100 dólares canadenses (cerca de R$ 293), mais a taxa de emissão, em torno de 30 dólares (R$ 87,90). Quando o eTA for liberado, os brasileiros poderão economizar um bom dinheiro: a autorização vai custar apenas sete dólares canadenses (aproximadamente R$ 20,51), em um processo on-line e pode ser emitida em alguns minutos. O eTA será válido por cinco anos ou até a validade do passaporte, o que ocorrer primeiro. Para viagens terrestres ou por navios, a exigência de visto permanecerá a mesma, pois o eTA não é aceito nessas situações.


Serviço
CVAC Brasília
» Brasilia Shopping and Tower, Quadra 5, Setor Comercial Norte - SCN / lote sala 1126.
» Horário de recebimento de solicitações: 09:00 às 17:00 Hrs segunda a sexta

 

Como tirar o visto canadense:

FORMULÁRIOS

» Aplicação de Residente Temporário (IMM 5257): deve ser preenchido por todos

» Informações Familiares (IMM 5645): deve ser preenchido, mesmo se a pessoa for viajar sozinha.

» Schedule 1 (IMM 5257 - Schedule 1): para pessoas vinculadas a partidos políticos, militares das Forças Armadas, profissionais da defesa civil ou de cargo de relevância no Judiciário.

» Declaração de União Estável (IMM 5409): apenas quando necessário.

» Questionário de Informações Adicionais

» Termo de Consentimento pela utilização dos serviços do CSV, disponível no site: www.vfsglobal.ca/Canada/Brazil

DOCUMENTOS

» Passaporte válido

» Cópia de documento oficial com foto

» Comprovantes originais de pagamento das taxas de emissão do visto, por pessoa

» Duas fotos 3x5 atuais (aceitam também 3,5 x 4,5)

» Suporte financeiro: pessoas que viajaram para os EUA ou o Canadá nos últimos 10 anos são isentas, desde que apresentem o visto e o passaporte com carimbo de entrada ou saída. Aos demais viajantes, é necessário apresentar a última declaração de Imposto de Renda completa, os três últimos contracheques e extratos bancários mensais

» Autorização para viagem emitida por órgão competente (para menores viajando desacompanhados)

* O Programa Express Business agiliza as viagens de negócios do Brasil para funcionários de empresas participantes do programa.

** O Canadá também fornece um visto de entradas múltiplas com validade de até 10 anos ou até a validade do passaporte (o que vier primeiro), que permite que as pessoas visitem o Canadá quantas vezes quiserem para estadias de até 6 meses a cada entrada.
 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.