SEMANA SANTA

Percorra caminhos da fé durante o feriado dedicado à paz de espírito

Para você aproveitar o descanso de Páscoa, o Turismo preparou um roteiro dedicado a quem quer assistir aos espetáculos da paixão de Cristo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/02/2016 20:00 / atualizado em 10/02/2016 18:57

Juliana Leitao/DP/D.A Press

Mais que um motivo para comer chocolate sem culpa, a semana santa é um momento de reflexão. Para os cristãos, tempo de oração e de relembrar a morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Para os que não perdem a oportunidade de colocar o pé na estrada, o feriado prolongado é uma boa chance de conhecer lugares onde o forte é o turismo religioso. Muitas cidades se enfeitam, viram palco para procissões, encenações e têm programação agitada. Caso queira viajar, o período ideal é de 20 a 27 de março. Aproveite a data e confira as apresentações teatrais, caminhe com a multidão pelas ruas da cidade, mergulhe na atmosfera de fé e introspecção.

 

Para entender as solenidades da semana santa, é útil saber quando ela começa: no Domingo de Ramos (20/3), dia em que se relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. A partir daí, de segunda a sexta, faz parte da tradição cristã recordar os eventos que se seguiram na trajetória do filho de Deus, tais como são narrados na Bíblia. O evento termina, de fato, em 27 de março, Domingo de Páscoa, quando é comemorada a ressurreição de Cristo. Tudo isso pode ser visto de graça, tanto em igrejas quanto nas avenidas de cada cidade. Então, não perca tempo. Aproveite para conhecer essas e outras celebrações da data selecionadas pelo Turismo.

 

Para saber mais

Da saga à ressurreição

Beto Novaes/EM/D.A Press
 

Tanto na Segunda quanto na Terça-feira Santa, a prisão do Messias e as dores de Maria, por exemplo, ganham encenações pelas ruas de cidades brasileiras. Em algumas igrejas, a procissão do encontro de Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores é celebrada na quarta-feira. No mesmo dia, há quem dê destaque ao chamado Ofício das Trevas, para representar o sentimento de que o mundo começa a ficar obscuro com a iminência da morte de Jesus.


As celebrações incluem outros momentos importantes para os cristãos, como as cerimônias do Domingo de Ramos e de Lava-Pés. Na Sexta-feira Santa, ou Sexta-feira da Paixão, as encenações do sofrimento, crucificação e morte do filho de Deus tomam conta dos templos e dos espaços públicos. Quando chega o Domingo de Páscoa, comemora-se, finalmente, a ressurreição de Jesus.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.