SEMANA SANTA

Durante a Páscoa, a fé mostra suas nuances em cinco cidades brasileiras

São várias opções de espetáculos ao ar livre, com diferentes sotaques e apresentações, para lembrar a vida, a paixão e a morte de Jesus Cristo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/02/2016 09:00 / atualizado em 15/02/2016 15:16

Tiradentes (MG)

Cristina Horta

A charmosa localidade mineira ostenta uma semana Santa com tradições de três séculos. As celebrações duram 19 dias. Tudo começa com a Via-Sacra (8/3) e termina no Domingo de Páscoa (27/3), com a Procissão do Santíssimo Sacramento pelas ruas do centro histórico. Os passos, pequenos altares construídos no século 18, ficam fechados durante a maior parte do ano, mas abrem suas portas durante as procissões de Ramos e das Dores. Um dos eventos mais movimentados é a missa solene da Igreja Matriz, na quinta-feira, quando acontece a cerimônia do Lava-Pés. No Domingo de Páscoa, os moradores decoram suas janelas com toalhas bordadas e mudam a paisagem da cidade.

Floriano (PI)

Escalet/Reprodução

No sul do Piauí, a 240km de Teresina, as atrações vão além da programação oficial da Igreja Católica. A encenação da paixão de Cristo ocorre há mais de duas décadas em uma cidade cenográfica de 40 mil m². Esse é considerado o maior evento cultural do Piauí, pois movimenta o turismo local com milhares de espectadores por ano. O grupo de teatro Escalet comanda a apresentação, cujo elenco é integrado por artistas nacionais e mais de 350 atores e figurantes locais. O espetáculo acontece no Sábado de Aleluia (26/3), às 20h, no Teatro Cidade Cenográfica. Quando estiver na cidade, incremente seu roteiro: visite a Catedral de São Pedro de Alcântara e o Mosteiro das Monjas Concepcionistas.

Cidade de Goiás (GO)

Lázaro Ribeiro/Divulgação

Na cidade natal de Cora Coralina, o destaque é a Procissão do Fogaréu, na meia-noite da Quarta-feira Santa. Símbolo da cultura local, a encenação mostra Jesus sendo perseguido por seus inimigos antes de ser preso e crucificado. Os inimigos são representados por 40 farricocos. Descalços, eles se vestem com túnicas e capuzes, além de segurarem tochas acesas. As crianças também participam, com uma procissão específica, o Fogareuzinho, e integram a Caminhada pela Paz. Missas e outras celebrações, como a Procissão do Senhor Morto e a do Encontro, podem ser vistas desde o Domingo de Ramos até o fim da semana.

Paraty (RJ)

Amaro Júnior/CB/D.A Press

Com 23 festas católicas no currículo, a cidade histórica tem uma semana santa cheia de atrações. Aproveite a ocasião para admirar peças sacras com mais de 300 anos de existência. A Procissão do Fogaréu, feita para simbolizar a prisão de Cristo, é imperdível: há séculos, os fiéis saem pelas ruas de pedra do centro histórico com tochas nas mãos, entram pelas laterais e saem pela porta principal de todas as igrejas do centro. A iluminação pública é desligada e o som que se ouve é de matracas, instrumentos musicais feitos de madeira. Elas substituem os sinos (eles param de dobrar na Quinta-feira Santa e só voltam à atividade no Domingo de Páscoa).

Nova Jerusalém (PE)

Juliana Leitão/DP/D.A Press

A Paixão de Cristo representada com os recursos do teatro: há 49 anos, essa é a aposta da cidade pernambucana para a semana santa. A peça conta as emoções vividas por Jesus em seus últimos dias, da morte à ressurreição. Este ano, acontece entre 19 e 26 de março. Para encenar o show, 50 atores e 400 figurantes sobem aos nove palcos da estrutura, ao lado de artistas como Bianca Rinaldi e Igor Rickli. Para quem quiser imersão total nos últimos momentos da vida de Cristo, há a Pousada da Paixão, instalada na cidade-teatro de Nova Jerusalém. Os pacotes incluem duas diárias. No segundo dia, os hóspedes atuam como figurantes com o elenco.

Serviço
Para adquirir bilhetes para o espetáculo da Paixão de Cristo em Nova Jerusalém e fechar pacotes de hospedagem na cidade-teatro, acesse: www.novajerusalem.com.br e www.pousadadapaixao.com.br

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.