MERCADÕES

As linguagens únicas dos mercados públicos da Europa e da Ásia

De Madri a Tóquio, os turistas vão encontrar todo tipo de produto. Em alguns lugares, a negociar é a tradição. Aproveite para testar suas habilidades de convencimento e saia de lá com mercadorias de qualidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/02/2016 14:30 / atualizado em 19/02/2016 14:21

Vicente Camarasa/Flickr

Países da Europa e da Ásia concentram mercadões que vendem de quinquilharias a flores e deliciosos pratos. Um passeio é sempre uma grande descoberta. Em Lisboa, por exemplo, o Mercado da Ribeira passou por uma grande reforma recentemente, com o objetivo de oferecer mais serviços e apresentar novos restaurantes, com grandes nomes da gastronomia lusitana. Nas feiras de rua, a ordem é pechinchar. O cliente nem sempre sai ganhando, mas fica satisfeito. O Turismo listou algumas opções.

 

Mercado de San Miguel (Madri, Espanha)

Lugar histórico e monumental, repleto de reminiscências literárias. Localizado no coração da parte antiga de Madri, na Plaza de San Miguel. Sua construção, sob a direção de Alfonso Dubé e Díez, foi concluída em 1916. O San Miguel é um mercado gourmet. Trata-se de um espaço gastronômico ideal para experimentar produtos frescos, autênticos e de qualidade. Destaque para as “tapas” espanholas e petiscos como montaditos e croquetas de jamón.
Onde fica: Plaza de San Miguel, Madri
Horário de funcionamento: de segunda, terça, quarta e domingo, das 10h à 0h; quinta, sexta e sábado, das 10h às 14h.

 

Luiz Viana/Flickr

Bloemenmarkt (Amsterdã, Holanda)

E que tal um mercadão quase todo de plantas? O único mercado flutuante do mundo — localizado no Canal de Singel — conta com tulipas de todas as cores e uma variedade gigantesca de ervas típicas. Em dezembro, o local é tomado pelos pinheiros e ciprestes, comumente usados para fazer árvores de Natal. Além do comércio das flores, o Bloemenmarkt possui lojas de conveniência e presentes.
Onde fica: Singel, Amsterdã
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 9h às 17h30 e, aos domingos, das 11h às 17h30.

 

Wikimedia/Divulgação

St. Lawrence Market (Toronto, Canadá)

Um dos maiores do Canadá, o St. Lawrence Market foi escolhido pela National Geographic como o melhor mercado de alimentos do mundo. O bazar é dividido em três partes (mercado sul, mercado norte e St. Lawrence Hall). Cada um com as suas características próprias. Ao trafegar pelos três edifícios, o visitante encontra lanchonetes fast-food, lojas de comida com uma variedade gigantesca de frutos do mar, grãos e verduras, livrarias, empresas de varejo e até uma galeria de arte com exposições temáticas.
Onde fica: Front Street East, 92-95, Toronto
Horário de funcionamento: de terça a quinta, das 5h às 15h, sexta, das 8h às 19h, e sábado e domingo, das 5h às 17h.

 

Grand Bazaar (Istambul, Turquia)

Vai viajar para Istambul e quer um lugar completo onde pode-se encontrar de tudo? Então, dê uma passadinha no Grand Bazaar, um dos maiores e mais antigos mercados do mundo. Roupas, joias, temperos, artigos de decoração, antiguidades e narguilés podem ser encontrados nas mais de 4 mil lojas que fazem parte das 61 ruas ocupadas pelo mercadão turco. Lá, a pechincha é a palavra-chave. Prepare-se para passar alguns minutos valiosos negociando o preço relativamente salgado dos produtos.
Onde fica: Beyaztit Mh.
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 9h às 19h.

 

De Casa para o Mundo/Divulgação

Tsukiji Market (Tóquio, Japão)

O maior e mais importante mercadão do Japão é localizado bem no centro de Tóquio. O Tsukiji Market é atração obrigatória na capital japonesa. Isso porque, além do comércio de peixes, carnes, frutas e vegetais, a feira promove leilões nos quais, vez ou outra, o atum mais caro do mundo é vendido. É bom chegar cedo se quiser acompanhar alguma dessas negociações. Além de começarem às 5h20, apenas os 120 primeiros têm direito de assistir. Os amantes de comida japonesa podem aproveitar o passeio para comer um sushi fresquinho nos restaurantes espalhados pelo local.
Onde fica: Centro de Tóquio
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 3h às 13h.

 

Bilderflut Photography/Flickr

Mercado da Ribeira (Lisboa, Portugal)

Emblemático mercado de Lisboa. Inaugurado em 1882, passou por uma reforma recente. Ao lado de bancas tradicionais de fruta, legumes e flores, que foram trasnferidas para o piso de cima, as bancas de restaurantes variados ocuparam o piso térreo, que se transformou num festival de petiscos e sabores. Abrange diversos tipos de cozinha e mostra o que Lisboa tem de melhor para oferecer na área gastronômica. Situa-se na zona ribeirinha de Lisboa, bem próximo do mítico Cais do Sodré e a dois passos do Rio Tejo.
Onde fica: Avenida 24 de julho, Lisboa, em frente à estação ferroviária do Cais do Sodré
Horário de funcionamento: 5h à 0h.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.