SERVIÇO

Celulares ajudam passageiros a economizar tempo na hora de embarcar

O bilhete de voo ganha nova versão. Saiba o que é preciso fazer para usar a tela do smartphone no aeroporto e agilizar o processo de embarque

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/02/2016 09:00 / atualizado em 19/02/2016 11:42

Levar o cartão de embarque na tela do celular é uma facilidade que vem ganhando adeptos. É comum ver, na entrada da área de embarque do aeroporto, passageiros mostrando a tela em vez da papelada. Se você já tem um smartphone, por que não utilizar a tecnologia a seu favor? Não se acanhe: pode ser que todo mundo olhe, com curiosidade, mas o importante é fazer a sua parte.

 

Youtube/Reprodução

Além de tornar a vida mais prática, deixar o papel de lado ajuda a preservar o meio ambiente, a reduzir o número de árvores derrubadas, e a conta na papelaria. Outro benefício de substituir a celulose pelo LCD é passar direto na maior fila do aeroporto — a do check-in. Ela é a mais demorada por um simples motivo: quem entra ali precisa fazer todo o procedimento de entrega de documentos e marcação de assentos, além de despachar a bagagem. Quem faz o check-in pelo celular economiza tempo e pega uma fila menor, apenas para despachar as malas (caso tenha). Quem leva só bagagem de mão pode otimizar o tempo e chegar mais tarde para embarcar.

 

Passo a passo
Para começar a cultivar esse hábito, o procedimento é bem simples. Com o celular em mãos, entre no site da companhia em que você comprou a passagem. Em seguida, selecione a opção “web check-in”. Para facilitar, tenha em mãos o localizador do seu voo — código formado por letras e números, que você recebe na hora da compra do bilhete.

 

O passo seguinte será preencher os espaços indicados com a data do voo. Daí em diante, é só continuar a fornecer os dados pedidos e seguir em frente. Nesse processo, você terá a oportunidade de marcar o seu assento e finalizar a operação. Feito isso, aparecerá um QR Code na tela do seu celular. No aeroporto, o leitor de QR Codes reconhece o desenho e libera a entrada dos passageiros nas áreas de embarque nos aviões.

 

Código que facilita

Não se assuste com o nome. O QR Code nada mais é que um código bidimensional facilmente identificável. Observe, na tela do seu celular, um quadrado com inscrições em preto e branco. Ele pode ser utilizado para representar endereços URL, números de telefone, localizações georreferenciadas, e-mails e até mensagens SMS. O código pode ser escaneado pela maioria dos celulares com câmera.

 

Tecnologia facilita a vida e ganha tempo

Para quem usa dispositivos Apple, dá para ir além. O procedimento é o mesmo: entrar no site da companhia, preencher os campos obrigatórios com o localizador e a data do voo, marcar o assento e finalizar a operação. O QR Code aparece normalmente na tela. Em seguida, surge a opção “adicionar ao Wallet” ou ao Passbook, para quem usa o iOS na versão antiga. Feito isso, é só abrir o aplicativo para ter todas as informações do seu voo na palma da mão.

 

Minervino Júnior/CB/D.A Press

Se você tem o Apple Watch, dá para embarcar no avião com estilo, usando o relógio inteligente. Em vez de ficar com o celular na mão, basta um dispositivo no pulso. Isso é possível porque a funcionalidade Wallet também está presente no Apple Watch. Assim, quando um bilhete é adicionado ao aplicativo do celular, a sincronia é feita e ele aparece no relógio.

 

Carteira virtual

Com o Wallet, funcionalidade de iPhones e iPods touch, é possível armazenar os tíquetes que você adquire. Pode ser de passagens aéreas, de cinema, cupons e até prêmios. Dá para acessar de um navegador web, de aplicativos compatíveis, com a leitura de código de barras (do bilhete em papel), a partir de um compartilhamento no AirDrop, ao fazer pagamentos com o Apple Pay e ao usar um cartão fidelidade.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.