CHILE

Além do vinho: cervejas e aguardente de uva também são produzidos no Chile

Conhecido pela qualidade das vinícolas, o Chile tem clima propício para a produção da cerveja e do pisco, aguardente feito da uva

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/02/2016 12:00 / atualizado em 25/02/2016 12:07

Dela-foto/EM/D.A Press

O Chile é famoso pela qualidade e diversidade de vinhos, mas o país ostenta excelência quando o assunto é cerveja e pisco (aguardente de uva). Reconhecido em todo o país pela produção climática, o Vale do Limarí, a 400km de Santiago, conta com adegas, vinícolas e cervejarias que impulsionam o turismo gastronômico na Rota do Limarí. Com dias muito quentes e noites frias, o vale guarda as condições ideais para o cultivo de uvas. Se para outras atividades econômicas o clima pode ser um empecilho, para a produção de vinhos, é algo favorável, uma vez que a oscilação térmica acentua as propriedades da fruta.

 

O processo exclusivo de produzir a cerveja Atrapaniebla chama a atenção. Partindo da premissa de que a água é um dos segredos da boa cerveja, os irmãos e engenheiros agrônomos Marco Carcuro, 27 anos, e Miguel Angel Carcuro, 30, criaram um sistema de captação da névoa antes que ela chegue ao solo. Eles instalaram coletores sob a forma de telas que capturam essa água. As estruturas ficam na reserva ecológica Cerro Grande, comunidade agrícola de Peña Blanca, província costeira no Limarí.

 

"Resolvemos produzir cerveja porque amamos drinques. Quando as pessoas bebem, ficam felizes”, diz Miguel. As melhores épocas para a produção são o verão e a primavera. A cerveja Atrapaniebla exibe uma espuma âmbar- dourada. É marrom-claro, ligeiramente turva. Com aroma de média complexidade, apresenta doçura do malte e leves toques de caramelo e também notas frescas de torrado e pequeno toque de sal.

 

Água canalizada

No alto do monte, foram instaladas telas que captam a água das nuvens, que, canalizada, segue para a fábrica, na parte plana do vale. Em cinco dias, é possível capturar até 1 mil litros d’água. Todo o processo foi pensado a partir de princípios de sustentabilidade ambiental. Pelo processo de captação da água e produção artesanal, a cerveja virou estrela nos restaurantes gourmets de Santiago. “A água é para a cerveja o que o terrois (local ou microrregião de especificidades únicas, típicas) é para vinho”, diz Marco.

 

Ignacio Meriggio/Divulgação

A primeira cerveja chilena, a Altamira, foi produzida em Valparaíso no século 19. A bebida chegou ao país devido à abertura dos portos a outras nações. Até então, o hábito era tomar vinho e aguardente, mas o imigrante irlandês Andrés Blest mudou a história introduzindo a produção da cerveja no Chile. Atualmente, um restaurante funciona no prédio da antiga fábrica da Altamira. Quem for ao local pode degustar a bebida.

 

Serviço

» Atrapaniebla

www.atrapaniebla.cl

 

»Pisco Waqar

www.piscowaqar.cl

 

»Cerveja Altamira

cerveceraaltamira.cl

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.