Turismo esportivo

Aeroporto do Rio de Janeiro terá horário ampliado nas Olimpíadas

Santos Dumont poderá movimentar 70 mil passageiros a mais no período dos jogos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/03/2016 18:42 / atualizado em 30/03/2016 16:20

	Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Durante os Jogos Olímpicos Rio2016, de 3 a 23 de agosto, o Aeroporto Santos Dumont funcionará em horário excepcional. A aviação comercial vai operar das 6h às 23h59; já a aviação executiva e os táxis-aéreos poderão operar também na madrugada, das 22h30 até as 5h59. Terminado este período, o aeroporto voltará a funcionar em seu horário normal, de 6h às 22h30.

Com a ampliação do horário, o Santos Dumont poderá movimentar 70 mil passageiros a mais. São cerca de 214 movimentos diários (chegadas e partidas) a mais de aeronaves. Em 21 dias de operação especial, a estimativa é que um total de 4,5 mil pousos e decolagens extras sejam realizados no terminal da capital olímpica. “As medidas vão melhorar o acesso à cidade que será o coração do mundo durante os Jogos Olímpicos”, afirma o ministro da Secretaria de Aviação, Mauro Lopes.

Além de reduzir possíveis impactos meteorológicos nas operações, a ampliação do horário de funcionamento do Santos Dumont vai proporcionar maior capacidade operacional para atender à grande movimentação aérea que a Olimpíada trará ao Rio. Também facilitará a mobilidade urbana dos passageiros, uma vez que o terminal se localiza no centro da cidade.

A ampliação também reduzirá o impacto sobre o Galeão, o aeroporto referência dos Jogos, permitindo que as chegadas e partidas dos passageiros sejam mais equilibradas, o que reduz o risco de atrasos, especialmente devido à alta demanda de passageiros como se prevê durante um evento de grande atração.

Cerca de mil voluntários participam do atendimento ao público nos aeroportos. A estimativa é que somente no dia da abertura do evento (5 de agosto), os aeroportos do Rio registrem entre 900 e 1.000 movimentos de aeronaves executivas.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.