CENTRO-OESTE

Dourados dá um show de hospitalidade para quem está de passagem

Importante centro de negócios e pesquisas universitárias, segunda maior cidade do Mato Grosso do Sul investe cada dia mais no turismo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/07/2016 13:25 / atualizado em 18/07/2016 13:37

Paulo Yuji Takarada/Reprodução

Os primeiros habitantes da região onde hoje está localizado o município de Dourados foram os índios das etnias Guarani, Kaiowá e Terena, que ainda vivem lá, em uma reserva próxima. Com o término da Guerra do Paraguai, em 1870, o lugar foi repovoado. Na ocasião, Dourados era parte do distrito de Ponta Porã, divisão que durou apenas três anos. Em 1977, o estado foi criado e Dourados passou a ganhar destaque. Atualmente, a segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul é um importante centro de negócios, pesquisas universitárias e investe cada vez mais no turismo. O que mais encanta é a receptividade dos moradores. Muito hospitaleiros, eles fazem de tudo para que sua experiência na cidade seja a melhor possível. Descubra outros atrativos de Dourados.

 

Parque Antenor Martins

Também conhecido como Parque do Lago, o espaço de 34 hectares foi criado em 1977. Com campos de futebol, arena, quadras poliesportivas, passeios de pedalinho, pista de caminhada, lanchonetes, o local é ideal para aproveitar a natureza e relaxar. O parque também é palco de eventos, como campeonatos de pesca, a Festa do Peixe e o Verão Dourados, que tem jogos e atividades culturais.

» Horário de funcionamento: todos os dias, das 7h às 19h

» Onde fica: Av. José Roberto Teixeira, Jardim Flórida

 

Catedral Imaculada Conceição

Paulo Yuji Takarada/Reprodução

O mosaico em cerâmica e a imagem de Nossa Senhora da Conceição trazida da França chamam a atenção de quem visita a paróquia. A capela foi construída em 1925 e inaugurada no ano seguinte. A praça da igreja também é um ponto histórico da cidade. Antes de ser uma praça, o espaço serviu também como campo de futebol para os moradores da região. As Cavalhadas também já ocorreram no local.

» Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 17h

» Onde fica: Praça Antônio João

 

Reserva Ambiental Champagnat

Dênes de Azevedo/Divulgação

A ideia de abrir a reserva partiu do Centro Social Marista de Dourados. O objetivo era criar uma área para proteger a mata nativa e ensinar sobre preservação ambiental, não só às crianças do centro, mas também aos visitantes. A reserva é casa de macacos-pregos e diferentes espécies de aves. A duração da trilha, sempre feita na companhia de um professor da instituição, é de 30 minutos, e a entrada é gratuita. Mais informações: (67) 3424-1311.

» Horário de funcionamento: todos os dias, de 7h às 11h e das 13h às 17h

» Onde fica: Centro Social Marista, Rua Haiti, 208, Parque das Nações

 

Galpão das Artes Guaicurus

Dênes de Azevedo/Divulgação

O lugar foi criado em 2014 com o objetivo de dar espaço para os artesãos da região que não tinham onde divulgar seus trabalhos. Mestre Cilso, 67 anos, é um dos artistas que expõem no galpão. Há 30 anos trabalhando como artesão, Cilso usa argila, madeira, MDF e ferro como matéria-prima. Marlon Beraldo, outro artista da região, também exibe no espaço seus quadros de grafite de alto-relevo, com efeito 3D.

» Horário de funcionamento: De segunda a sábado, das 7h às 18h

» Onde fica: Av. Presidente Vargas, 2.780

 

Usina Velha Filinto-Muller

Iana Caramori/CB/D.A Press

A usina foi construída em 1949 para produzir energia elétrica para a cidade de Dourados, que, na época, era distrito de Ponta Porã. A construção levou seis anos para ser concluída, mas foi utilizada apenas por um ano até ser desativada. Apesar de ter sido tombada como patrimônio histórico e cultura no ano passado, o investimento turístico nas ruínas da Usina Velha quase não existe. O espaço está aberto em tempo integral e não possui guia ou qualquer orientação para os visitantes interessados em conhecer a história do local.

» Horário de funcionamento: todos os dias

» Onde fica: Rua Albino Torraca

 

Parque dos Ipês

Paulo Yuji Takarada/Reprodução

Um dos principais pontos de encontro dos moradores de Dourados tem quadra de peteca, de vôlei de areia, basquete, futsal, pista de caminhada, academia ao ar livre e parquinho para crianças. Dentro do parque está ainda o Teatro Municipal e a sede da Academia Douradense de Letras e Cultura. No fim do ano passado, o espaço passou por uma revitalização.

» Horário de funcionamento: todos os dias, das 6h às 21h

» Onde fica: Av. Presidente Vargas

 

» Sabores sul-mato-grossenses
Confira opções de restaurantes em Dourados:

Cantina Mato Grosso
Onde fica: Rua Cel. Ponciano, 2085, Izidro Pedroso

 

Kanoa Restaurante e Pesqueiro
Onde fica: Rodovia BR-163, Km 261, Zona Rural

 

Grilo’s
Onde fica: Avenida Weimar Gonçalves Torres, 1.010

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.