CARIBE

Lado selvagem de Aruba mostra que o país vai além das famosas praias

Explore o Parque Nacional Arikok, uma reserva natural onde o turista encontra espécies de cactos, grutas, sítios arqueológicos e árvores típicas. Lá, é possível ver ainda a ilha do alto da montanha Jamanota. Escolha entre fazer um safári de jipe, passeios de bicicleta ou a cavalo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/08/2016 10:00 / atualizado em 04/08/2016 12:19

Autoridade de Turismo de Aruba (ATA)/Divulgação

Pensar em praias quando se fala em Aruba é natural, mas a ilha tem um outro lado que vale a pena conhecer. Para entender a fauna e a flora local, nada melhor que uma visita ao Parque Nacional Arikok. A reserva natural preserva diversas espécies de cactos, aloe, sítios arqueológicos, grutas e árvores típicas, como a Watapana (também conhecida como Divi-Divi), que é retorcida e bastante semelhante às do cerrado. Há também três formações geológicas em que os primeiros habitantes da ilha deixaram marcas e desenhos de mais de mil anos de idade. O parque tem, ao todo, 33km de extensão. É lá onde fica o ponto mais alto da ilha, a montanha Jamanota, com 189 metros de altura. Para chegar, o turista tem muitas opções, como safári de jipe, passeios guiados de bicicleta ou a cavalo.

 

O safári de jipe passa pelas ruínas de Bushiribana, uma mina de ouro usada por holandeses para processar os minérios da ilha. O local, descoberto em 1824, é bastante visitado, sendo o Jardim dos Desejos um dos espaços mais disputados. Acredita-se que quem empilha sete pedras nesse lugar tem direito a sete pedidos. A crença faz tanto sucesso que virou uma espécie de código entre os próprios turistas: por toda a ilha, é possível ver montes de pedrinhas, umas em cima das outras ou pessoas procurando espaço para montar as suas.

 

A ilha também é conhecida por iniciativas que são amigas do meio ambiente. Para quem se interessa por roteiros voltados para a preservação da natureza, uma dica é a Fazenda das Borboletas, em Palm Beach. O jardim é repleto de espécies do mundo inteiro. Especialistas dão dicas e orientações sobre os hábitos dos bichos, explicam sobre a metamorfose e o ciclo de vida das borboletas.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.