REGIÃO DOS LAGOS

Arraial do Cabo seduz com seu mar azul-turquesa e areia branquinha

A cidade não deve nada para as praias caribenhas. Além das belezas naturais, muita tranquilidade e simplicidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/08/2016 09:00 / atualizado em 12/08/2016 14:49

Iana Caramori/CB/D.A Press

Arraial do Cabo está a menos de 20 minutos de Cabo Frio e a uma hora de Búzios. Mesmo que o turista não queira se hospedar na cidade, é possível ir até lá para aproveitar o dia, já que está tão próxima de municípios mais badalados pelos visitantes.

 

As praias são os principais atrativos da região. As águas cristalinas e as areias brancas deram a Arraial do Cabo o título de Caribe brasileiro. Apesar da comparação, a cidade fluminense é bem mais simples e calma que os balneários caribenhos. Mesmo assim, é impossível não se encantar por esse pedaço do paraíso.

 

Como a vizinha Cabo Frio, Arraial é ideal para a prática do surfe, do kitesurfe e do windsurfe. O mergulho também é muito praticado na região. Além dos batismos, é possível ir mais fundo e ver vários barcos naufragados na costa. Mas prepare-se para encontrar águas geladas em todas as praias do município.

 

Profundeza

A água na Região dos Lagos tem baixa temperatura por causa do fenômeno da ressurgência, que traz águas profundas para a superfície. Ricas em nutrientes, atraem várias espécies de peixes e frutos do mar.

 

Balneários para todos os gostos 

Praia Grande é uma das mais famosas de Arraial do Cabo. É lá que os surfistas se reúnem no verão. Apesar de ser um lugar de badalação, é possível encontrar pontos de tranquilidade ao longo dos 40km de extensão da praia. Sentar-se na areia para apreciar o sol se pôr no oceano é um ótimo programa para quem visita o local. O Turismo indica outras praias para aproveitar no município fluminense:

 

» Prainha

Alex Cavalcante/Flickr

É uma das preferidas das famílias, por causa de suas águas calmas e um pouco menos geladas. Os principais atrativos são passeios de banana boat, caiaques e prática de apneia durante o mergulho. No canto direito da praia, o turista pode fazer uma trilha de 10 minutos que leva à Praia de Graçainha. A pequena faixa de areia e águas transparentes é parada obrigatória para quem quer praticar a pesca artesanal.

 

» Praia do Forno

Nianin/Flickr

O acesso é feito por barco. Os mais dispostos podem se aventurar por uma trilha de 500 metros. A caminhada rende belas fotos da paisagem. Um pouco afastada da cidade e cercada pela Mata Atlântica, a Praia do Forno é outra muito procurada pelos turistas. Aproveite a visita à enseada para almoçar no Restaurante Flutuante. Além das refeições, o local reserva uma área para mergulho e snorkelling. Os barcos para a Praia do Forno saem da Praia dos Anjos. O translado de aproximadamente 10 minutos custa R$ 10.

 

» Praia Brava

Iana Caramori/CB/D.A Press

Com ondas tubulares perfeitas, tornou-se a queridinha dos surfistas. A areia, no entanto, aparece apenas nos dias de maré baixa. O acesso é feito de carro até o Pontal do Atalaia, onde é preciso estacionar e terminar o percurso por uma trilha. O local é ideal para quem gosta de praias selvagens: não tem quiosques e é muito difícil ver vendedores pelas areias.

 

Em busca do visual perfeito

Iana Caramori/CB/D.A Press

Dona de cenários tão bonitos, Arraial do Cabo tem diversos pontos turísticos de onde se tem uma visão privilegiada de toda a cidade. O Pontal do Atalaia é um deles. No topo do mirante, é possível ver a Ilha do Francês, a Praia Brava e o morro onde o vigia de pesca orienta outros colegas sobre a localização exata dos cardumes. O acesso pode ser feito de carro ou a pé, a partir da Praia Grande. Aproveite a ida ao mirante e siga para a Praia Brava e para as prainhas do Pontal do Atalaia.

 

Arraial do Cabo tem faróis para chamar de seus. Construído em 1836, o Farol Velho é um dos locais ideais para se apreciar as belezas do município fluminense. Do alto da construção de 395 metros, é possível observar outras cidades da Região dos Lagos. Por estar na maior parte do tempo coberto por nuvens, foi desativado e substituído por outro para cumprir o papel de auxiliar a navegação. Daí surgiu o Farol Novo, localizado na Ponta do Focinho, que está em funcionamento e também é aberto aos turistas.

 

Acesso

Luiz Cagy/Flickr

O acesso aos dois monumentos pode ser feito de barco. Se a opção for essa, os visitantes não conseguem se aproximar dos faróis — o passeio é feito apenas nas águas. Quem quiser conhecer de perto o interior dos faróis precisa ficar atento à autorização da Marinha. Trilhas são organizadas para lá todas as semanas, alternando entre o Farol Velho e o Novo. Mais informações no site.

 

Plínio Bordin/Flickr

Estique o passeio e conheça a Praia da Ilha do Farol. Controlada pela Marinha, a região foi considerada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) como uma das praias mais perfeitas do Brasil. Os critérios para a escolha foram cor e temperatura da água, tonalidade da areia e velocidade do vento.

 

Programe-se

» Onde se hospedar

Pousada do Capitão
Informações: (22) 2622-1143

 

Pousada Timoneiro
Informações: (22) 2622-4751

 

Pousada Capitão N’Areia
Informações: (22) 2622-1029

 

» Operadoras de mergulho
Deep Trip
Informações: (22) 2622-1800

 

Ocean Sub
Informações: (22) 2622-4642

 

Acqua World
Informações: (22) 2622-2217

 

» Passeios de barco
Arraial Tur
Informações: (22) 2622-1340

 

Gruta Azul
Informações: (22) 2622-2554

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.