GOFLE

Amantes do golfe unem os prazeres de viajar e de explorar imensos gramados

Hotéis no Brasil e no mundo têm belos campos de golfe. A atração não está restrita só àqueles que praticam o esporte. Também é possível agendar aulas para dar o shot inicial

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/09/2016 20:00 / atualizado em 03/10/2016 13:26

Iana Caramori/Esp. CB/D.A Press

Para ser consagrado campeão no golfe, é preciso completar o percurso de 18 buracos em um menor número de tacadas. Teoricamente, o esporte é simples. Mas, na prática, é preciso ter habilidade. Não tem idade para começar. Grandes vencedores, como Tiger Woods, começaram a brincar com os tacos logo depois de saírem das fraldas. A partir daí, com muito treino, é possível transformar o golfe em profissão e participar de competições disputadas em locais pelo mundo inteiro. Na última semana — do dia 22 ao dia 25 de setembro —, por exemplo,  golfistas profissionais participaram da 63ª edição do Aberto do Brasil, no Rio de Janeiro.

 

Para Heleno Andrade (foto), 55 anos, o golfe é uma paixão antiga. O primeiro contato com o esporte foi há 43 anos, quando carregava tacos no Clube de Golfe de Brasília. “Comecei a trabalhar com isso por causa do dinheiro, mas fui ficando”, lembra. Hoje, o esporte é tanto profissão quanto forma de lazer. Professor de projetos sociais envolvendo o golfe, Heleno também joga para relaxar. “Desconto todas as frustrações na bolinha.”

 

Iana Caramori/Esp. CB/D.A Press

Dentro dos campos por tantos anos, o golfista profissional já participou de vários campeonatos e se hospedou em alguns hotéis onde podia praticar mesmo longe de casa. Dois hotéis chamaram sua atenção: o Terravista, em Trancoso e o Transamérica, na Ilha de Comandatuba, ambos na Bahia. No último, Heleno destaca: “esse é bom porque os pais tem onde deixar as crianças brincando.”

 

Grandes disputas

Fique por dentro do calendário de alguns dos maiores torneios de golfe no Brasil e no mundo:

 

» Masters Tournament

No estado norte-americano da Geórgia, em abril
» U.S. Open

Em várias regiões dos Estados Unidos, em junho
» Jogos Olímpicos

Em um país selecionado pelo Comitê Olímpico, de quatro em quatro anos
» The Open Championship

Em vários locais no Reino Unido, em julho
» PGA Championship

Acontece em várias regiões dos Estados Unidos, em agosto
» Ryder Cup

A cada dois anos na Europa ou nos Estados Unidos, em setembro

» Aberto do Brasil — PGA Tour Latinoamericano

No Rio de Janeiro, em setembro

 

» Para saber mais

Lenda viva

Glyn Kirk/AFP

Aos 41 anos, o maior fenômeno do golfe, o americano Tiger Woods, anunciou, no início deste mês, que espera voltar aos campos em outubro, quando deverá participar do torneio Safeway Open, no Silverado Resort e Spa, em Napa, na Califórnia. Após enfrentar problemas pessoais e diversas lesões que determinaram a queda do seu handicap para 416º — o que o impediu de participar das competições nas Olimpíadas Rio 2016 —,o golfista, que já foi recordista com 281 semanas consecutivas como número um do mundo, publicou no site oficial que o trabalho de reabilitação a que vem se submetendo o tem deixado confortável para fazer planos. “Vai depender do meu trabalho e da recuperação contínua. Espero estar em condições para participar dos jogos”, afirmou.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.