SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

CAMINHOS MONUMENTAIS

Pontes famosas pelo mundo inspiram roteiros sob novos pontos de vista

Suspensas, estaiadas, pênseis, de pedra ou de madeira - conheça as passagens mais interessantes do mundo selecionadas pelo Turismo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/10/2016 09:30 / atualizado em 17/10/2016 11:52

Rafaella Panceri - Especial para o Correio

AFP PHOTO/IAN KINGTON

Pontes são feitas para conectar um lugar a outro, mas nem por isso passam despercebidas. Há lugares em que elas são a atração mais importante. Algumas impressionam com comprimentos a perder de vista. Outras chamam a atenção — e causam vertigem — por conta da altura e do formato, quase cenográfico. Ondulada, arqueada, basculante, curva, com dois andares e até as que viraram museus, como a Tower Bridge de Londres, convidam quem passa a apreciar o resultado de grandes desafios lançados à engenharia e à arquitetura.

 

Tower Bridge

(Londres, Inglaterra)

A ponte basculante sobre o Rio Tâmisa abriga a Tower Bridge Experience, exposição sobre a história do monumento. Os turistas andam sobre um piso de vidro e têm vista panorâmica para a cidade, pois até as janelas são transparentes. Painéis explicativos e um curta-metragem explicam o funcionamento da ponte em mais de 120 anos. O espaço também recebe exposições de arte temporárias.

» Bilhetes a partir de R$ 32
» Mais informações: www.towerbridge.org.uk

 

REUTERS/Edgar Su

The Helix Bridge

(Marina Bay, Cingapura)

O projeto é dos engenheiros que criaram a Ópera de Sidney. Curva, a estrutura é para pedestres e tem espirais de aço que lembram o DNA. Por isso o nome “hélice”. À noite, a iluminação impressiona. Repare nas letras vermelhas c, g, a e t. Elas representam as quatro bases do DNA — citosina, guanina, adenina e timina.

 

AFP PHOTO/REMY GABALDA

Viaduto de Millau

(Millau, França)

A maior ponte estaiada do mundo facilita a travessia do Rio Tarn. O monumento tem 343 metros de altura, mas foi projetado para que ninguém tenha vertigens — os passantes só enxergam a estrada à sua frente. Quem não tem medo de altura frequenta o local para praticar esportes radicais como o bungee jumping.

 

Wikimedia Commons/Divulgação

Ponte Khaju

(Isfahan, Irã)

A ponte tem dois andares. As escadas e os arcos do primeiro piso ficam apinhados de gente, como se fosse uma praça. O segundo piso tem alcovas (recanto nas paredes), onde os pedestres se sentam para olhar a cidade. Os 21 arcos servem de barragem: os canais fecham durante a primavera e o verão e reabrem no outono.

 

AFP PHOTO/ATTILA KISBENEDEK

Ponte das Correntes

(Budapeste, Hungria)

Széchenyi Lánchíd, em húngaro, é o nome da ponte pênsil que liga os lados de Buda e Peste. O trajeto oferece vistas espetaculares das margens do Rio Danúbio. Com 375 metros de extensão, a ponte é sustentada por duas torres e decorada com estátuas de leões nas duas entradas. A iluminação noturna é um show à parte.

 

AFP PHOTO/CLAUDIO GIOVANNINI

Ponte Vecchio

(Florença, Itália)

Combinação de ponte e abrigo para casas e lojas, a construção medieval segue firme por mais de 650 anos. No passado, havia peixarias e açougues comandados pelas mesmas famílias há centenas de anos. No século 16, os espaços foram cedidos a joalheiros e ourives para frear problemas de poluição.

 

Cary Bass/Wikimedia Commons

Golden Gate Bridge

(São Francisco, Estados Unidos)

O trajeto mundialmente conhecido por sua cor alaranjada liga São Francisco a Marin Headlands. Quando finalizado, em 1937, era o maior do mundo, com mais de 2,5 km de comprimento e 200 metros de altura. As torres gêmeas que sustentam a construção desafiam ventanias e correntezas típicas do lugar. Para atravessá-la, não esqueça o agasalho. Um passeio de 45 minutos localiza a ponte na história da engenharia nos Estados Unidos. Outra opção é a experiência fotográfica, que leva os visitantes e suas câmeras aos lugares mais improváveis.
» Bilhetes a partir de R$ 232
» Mais informações: www.parksconservancy.org

 

Phil Collett/Flickr

Ponte Kintai-kyo 

(Iwakuni, Japão)

Os cinco arcos de madeira sobre o Rio Nishiki foram erguidos sem o uso de pregos. A sustentação fica por conta de pilares de pedra. Pelo fato de ter sido destruída por inundações várias vezes, a ponte tem formato arqueado para ter menos colunas, o que aumenta sua resistência à água.

 

Hufton Crow/Divulgação

Ponte Sheikh Zayed 

(Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos)

Projetada por Zaha Hadid, arquiteta renomada do país, a construção arqueada de 842 metros de comprimento por 64 metros de altura conecta os três emirados e é uma rota estratégica na costa sul do Golfo Pérsico. O design assimétrico lembra o formato das dunas características da paisagem local.

 

AP Photo/Luigi Costantini

Ponte Rialto 

(Veneza, Itália)

Quem projetou a travessia sobre o Grande Canal de Veneza tinha o ofício gravado no nome: Antonio da Ponte. Conta-se que o projeto dele derrotou o do mestre renascentista Michelangelo. O mercado de Veneza, com queijos e peixes frescos, fica ali perto. Chegue cedo e aproveite para observar o ritmo de vida local.

 

Wikimedia Commons/Divulgação

Ponte Leonel Viera

(La Barra, Uruguai)

Única do mundo no estilo ondulado, a ponte que conecta La Barra a Punta del Este ficou conhecida pelas ondulações em formato de “m” ao longo do trajeto . Diversão e frio na barriga são uma regra ao passar por ali de carro. Para garantir velocidades moderadas, os veículos passam por rotatórias na entrada e na saída.

 

Andreas Beer/Wikimedia Commons

Ponte Vasco da Gama

(Lisboa, Portugal)

Com 17 km de comprimento, a ponte mais extensa da Europa foi erguida sobre o Rio Tejo em 1998, próximo ao Parque das Nações e à Torre Vasco da Gama. O nome comemora os 500 anos da chegada de Vasco da Gama à Índia, em 1498. A dica é atravessá-la durante os fins de semana, quando o tráfego é mais tranquilo.

 

Filip Matulik/Flickr

Ponte Carlos

(Praga, República Tcheca)

O exemplar da arquitetura gótica inspirou a lenda de que o Rei Carlos teria consultado astrólogos para decidir quando começar a construção. Conta-se que, no passado, ovos, vinho e leite eram postos ao longo da ponte para garantir a estabilidade. Protegida por três torres, a edificação reúne 30 estátuas barrocas.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade