SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

MATA DE SÃO JOÃO

Heranças do tempo do povamento da Praia do Forte são puro charme

Município baiano encanta com características rústicas herdadas do período em que ainda era uma vila de pescadores. É um dos destinos mais procurados pelos turistas brasilienses

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/10/2016 09:00

Iana Caramori - Especial para o Correio

Marta Ribeiro/Flickr

A história da vila da Praia do Forte é antiga. Com a chegada do fidalgo português Garcia D’Ávila à região, no século 16, famílias começaram a se mudar para o local. Em pouco tempo havia se formado a vila, cheia de pescadores, marinheiros e trabalhadores do campo.

 

Mesmo que tenha recebido elementos mais modernos ao longo dos anos, o vilarejo ainda guarda características da época de seu povoamento. São essas heranças que o transformam em um dos locais mais charmosos do norte da Bahia.

 

Outros atrativos são as manifestações culturais preservadas até hoje no município da Mata de São João. Apresentações folclóricas, de capoeira, samba-de-roda e maculelê, não são difíceis de achar. A riqueza da gastronomia local — influenciada pelas culturas indígena, portuguesa e dos escravos — também atrai turistas do mundo inteiro.

 

Com tantos encantos e tanto charme, fica difícil resistir a uma visita à Praia do Forte. Para aumentar ainda mais a vontade de conhecer o município do litoral norte baiano, o Turismo separou algumas atrações turísticas imperdíveis na região.

 

» Alameda do Sol

Paulo Sergio/Flickr

O coração da Praia do Forte está aqui. As principais lojas, restaurantes, bares, cafés e algumas pousadas estão no local, que enche de turistas no fim da tarde. Quem está atrás de movimento durante a noite tem destino certo no município. A calçada de pedras e a proibição da circulação de carros torna a alameda ainda mais atrativa para os visitantes.

 

» Praias

Quem vai para a Praia do Forte já sabe o que encontrar: praias de belas paisagens, areia branquinha, águas mornas e calmas. É quase impossível resistir à tentação de passar o dia inteiro em uma das piscinas naturais que se formam no litoral da região. O turista pode escolher entre a Praia do Papa Gente, do Lord ou do Porto. Nas orlas, barraquinhas com comida típica baiana ajudam a melhorar ainda mais a experiência.

 

» Reserva Sarapiranga

Bahia Adventure/Divulgação

Nem todo mundo quer 24 horas de calmaria. E não é por achar que a Praia do Forte proporciona apenas momentos de total relax que o turista deve desistir do destino. Quem gosta de esportes pode aproveitar a Reserva Sarapiranga para praticar alguns, como a canoagem. No meio da Mata Atlântica, o santuário ecológico preserva diversas espécies da fauna e da flora, o que torna o lugar ideal para uma trilha. Depois da caminhada, não deixe de dar um mergulho no rio Pojuca, que descortina uma bela vista quando se encontra com o mar.

 

» Ruínas do Castelo Garcia D'Ávila

Projeto Baleia Jubarte/Reprodução

Considerada uma das primeiras edificações portuguesas no Brasil, construída em 1551 e concluída em 1624, a atração turística é também um patrimônio histórico e cultural do país. A torre do castelo servia como um posto de observação, enquanto o edifício era sede de uma sesmaria. Há ainda uma capela, atualmente chamada de Capela de Todos os Santos. O local está aberto diariamente para visitação, das 9h às 17h. A entrada custa R$ 10.

 

» Preservação ambiental

Mapio/Reprodução

Em um lugar com uma natureza tão rica, é preciso que haja um instinto de preservação do meio ambiente. E é exatamente o que ocorre na Praia do Forte. Dois projetos ambientais são famosos não só lá como no Brasil inteiro: o Tamar e o Baleia Jubarte. No Projeto Tamar, um dos trabalhos de conservação marinha mais tradicionais do país, as principais missões são a preservação, conservação e manejo de cinco espécies de tartaruga-marinha ameaçadas de extinção. Já o Projeto Baleia Jubarte organiza expedições, de julho a outubro, para conscientizar os turistas por meio da observação do comportamento das baleias jubartes — espécie que só saiu da lista de extinção por causa de ações como as realizadas no norte da Bahia.

 

Sem preocupação

Yasuyoshi Chiba/AFP - 19/2/14

Para alguns, o cenário ideal das férias é sentar à beira do mar ou da piscina para aproveitar o sol, enquanto toma um drink e come pratos típicos do local. Depois disso, para melhorar o dia, uma ida ao spa. Para os mais ativos, a escolha pode ser uma das quadras de tênis ou vôlei de praia. E os pais podem fazer tudo isso, enquanto as crianças se divertem no espaço infantil. Quem se hospeda no Tivoli EcoResort encontra toda essa estrutura, onde não há desculpa para não relaxar. A diária, para duas pessoas, custa a partir de R$ 1.230.

 

Para todos os bolsos:
» Ibertostar
Diária: a partir de R$ 1.232 para duas pessoas
» Pousada Ogum Marinho
Diária: a partir de R$ 330 para duas pessoas

» Pousada Casa do Forte
Diária: a partir de R$ 450 para até três pessoas. O apartamento com capacidade para cinco pessoas custa R$ 675 por noite

» Refúgio da Vila
Diária: a partir de R$ 470 para duas pessoas
» Shanti House
Diária: apartamento para quatro pessoas a partir de R$ 350

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade