SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

HOTELARIA

Hotéis próximos ao aeroporto proporcionam mais conforto aos passageiros

Opções de hospedagem dentro ou muito próximo do terminal facilitam o deslocamento dos viajantes, oferecem transporte direto e facilidades como o check-in flexível

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/10/2016 09:00 / atualizado em 25/10/2016 12:50

Rafaella Panceri - Especial para o Correio

Crowne Plaza/Divulgação

Agilidade e praticidade são fatores-chave para escolher dormir em um hotel próximo ao aeroporto. Há os que ficam a menos de um quilômetro das áreas de embarque. Outros estão vizinhos ao terminal. As vantagens são muitas. Quem se hospeda ganha horas de sono, pois não precisa perder tempo no trânsito, e elimina gastos com táxi: alguns estabelecimentos oferecem transporte até a zona de embarque. Quem está com o itinerário enxuto demais e não quer se deslocar pode optar pelo serviço de aluguel de cabines e suítes oferecido nos terminais. Não são hotéis, mas ajudam os apressados. Ali é possível descansar com total privacidade por algumas horas ou só tomar banho.

 

O fato de serem pontos de passagem não é razão para que os hotéis economizem em conforto e serviços de qualidade. O prêmio Airport Hotel Awards, promovido pela empresa Skytrax, dá prestígio a hotéis desse nicho que são bem-sucedidos no que fazem. Em 2016, Singapura levou a melhor. O hotel Crowne Plaza Changi Airport ganhou, pelo segundo ano consecutivo, o título de melhor do ano.

 

No hotel, as diárias de R$ 670 no quarto mais básico cobrem mais que proximidade. O hotel está grudado ao Terminal 3 do aeroporto por dois corredores no segundo e no terceiro piso. Chegar aos terminais 1 e 2 também é simples. Há uma via exclusiva, a People Mover System. Dentro do Crowne Plaza, é possível se imaginar em algum lugar do futuro. A decoração e a arquitetura do hotel são inspiradas no universo hi-tech, tema que é a cara de Singapura. Além disso, o spa tem suas especificidades, com destaque para a reflexologia jet-lag, voltada aos viajantes de longa distância. A piscina de 540m² tem pequenas ilhas e Jacuzzis — a finalização perfeita para uma experiência de relaxamento pré embarque.

 

Desejo de comodidade

Um dia antes de voltar para casa de uma viagem de férias, os preparativos começam e, ao mesmo tempo, se acumulam. Além do óbvio, arrumar as malas, é necessário programar o itinerário com cuidado para não perder a hora em uma tarefa triste, mas necessária: a despedida. Até necessidades básicas como dormir são alocadas onde sobra espaço. Afinal, tudo é cronometrado — principalmente o tempo de deslocamento até o terminal de embarque. Optar por descansar, ainda que na última noite da viagem, em um hotel próximo do derradeiro lugar a ser visitado, o aeroporto, pode deixar os últimos minutos de férias mais agradáveis. Quem passa apenas 24 horas em uma cidade, independentemente do motivo, também se beneficia com a escolha.

 

Arquivo pessoal

Há quem já tenha sido vizinho do aeroporto por três vezes. O estudante universitário Bernardo Pontes Guimarães, 23 anos, foi ao Chile em 2013 e priorizou a comodidade antes de voltar para o Brasil, pela manhã, na companhia do primo e do avô. “Se você está em um hotel nos arredores do aeroporto, você quer conforto para dormir bem, proximidade, um bom jantar e um bom café, que comece antes do voo, é claro”, opina Bernardo. Ele coleciona experiências. Enquanto estava na Suécia, uma nevasca provocou atraso e alteração do voo. O jeito foi ficar nas proximidades, mas por conta da companhia aérea. Na Alemanha, o estudante viajava com a família, mas foi embora da cidade um dia depois de todo mundo. Optou por um hotel próximo do aeroporto por praticidade.

Distância zero

Simon Hampel/Reprodução

No Chile, o hotel eleito pela família do rapaz foi o Holiday Inn Santiago Airport Terminal, que fica a alguns metros de distância do Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez. Basta atravessar uma passarela para transitar entre os locais. “Pudemos dormir um pouco mais e acordar com menos pressa. Foi bom especialmente para meu avô, que já tinha mais de 80 anos na época”, relata Bernardo. Entre os contras, ele enfatiza o preço. “O problema desses hotéis é que costumam ser caros. Há outros, um pouco mais afastados, que são mais baratos, mas exigem transfer. Para tripulantes e viajantes frequentes que podem pagar, sem dúvida, compensa. Indico para quem tem voo às quatro ou cinco da madrugada. Só esses hotéis possuem café da manhã tão cedo”.

Ele aprovou a experiência no hotel em Santiago.“O quarto tinha uma quantidade imensa de travesseiros. Grande, pequeno, mole, duro. A cama era fantástica”. Uma das facilidades era o sistema de check-out rápido. “Para nós que não tínhamos tempo a perder no dia da viagem, foi muito bom”, avalia o estudante.

 

» Hóspede relâmpago
Hospedagem por hora

O site Hotel Quando indica hotéis que disponibilizam quartos por três, seis, nove ou 12 horas. O hóspede paga um valor proporcional à estadia. Exemplo: quem chega ao Intercity Aeroporto Porto Alegre, hotel a menos de 5km do Aeroporto Internacional Salgado Filho, às 4h de uma sexta-feira e deseja ficar por nove horas, desembolsa R$ 120. O valor cobre a estada em um quarto da categoria luxo. O preço corrente da diária no hotel é de R$ 181.
*Valores pesquisados em 27/9/2016

 

Repouso merecido

Conheça alguns hotéis próximos a aeroportos brasileiros:  

 

Aeroporto Internacional de Salvador
Ibis Salvador Aeroporto Hangar

Accor Hotels/Divulgação

Fica a 3 km do aeroporto e oferece serviço de transfer, que, do aeroporto para o hotel, é de graça. Do hotel para o aeroporto custa R$ 15 e funciona de 8h às 21h. A localização é favorável para quem viaja a negócios, pois fica no caminho para o polo industrial Camaçari e para o centro da cidade. Quem viaja de férias também pode se beneficiar. O Ibis está próximo à estrada do Coco, que leva às principais praias do litoral norte de Salvador. Além dos quartos com ar-condicionado, frigobar e da rede Wi-Fi gratuita, uma das facilidades para o hóspede é o serviço de check-in online.

 

Aeroporto Santos Dumont
Prodigy Hotel

Prodigy Santos Dumont/Divulgação

Integrado ao aeroporto e ao Shopping Bossa Nova Mall, o hotel dispõe de telas sincronizadas com informações da Infraero. O papel delas é indicar as informações mais recentes sobre todos os voos que passam pelo Santos Dumont. Um dos espaços que se destacam é o restaurante N6, com vista para a Baía de Guanabara. O nome é uma homenagem ao dirigível N6, criado pelo inventor Alberto Santos Dumont. Quem se hospeda lá às sextas e sábados pode curtir uma programação especial com bossa nova e jazz ao vivo de 19h às 23h.

 

Aeroporto Internacional de Brasília
Base Concept Hotel

Hotel Nights/Reprodução

Antes de deixar a capital federal, já imaginou dormir pertinho do aeroporto?
O hotel fica a apenas 380m da área de embarque e oferece transporte até lá.
Tem um restaurante japonês e um restaurante internacional, além de spa e academia. Os quartos têm decoração futurista e apostam no conforto: camas queen size e isolamento acústico, para evitar antes da hora os estresses de viajar de avião.
Os mais ansiosos podem acompanhar informações de pousos e decolagens de aeroportos do Brasil e do mundo pela televisão.

Aeroporto Internacional de Guarulhos
Slaviero Fast Sleep

Luiza Frantz Martins/Reprodução

Como não é um hotel, mas um serviço de aluguel de cabines por hora, a proposta é outra. Check-ins e check-outs são flexíveis e os hóspedes pagam apenas pelas horas que utilizam. As opções de quartos são cabines, equipadas com beliches, e suítes com cama de casal. Banheiro, internet grátis e amenities são comuns às duas opções. É possível, para quem não vai dormir por lá, usar apenas o banheiro para tomar banho. Fica a 2,5 km do Terminal 1 — o acesso é feito com ônibus do aeroporto, cujo ponto de encontro fica no piso do desembarque. O Terminal 2 fica a 200 metros de distância; o Terminal 3, a 700 metros.

 

» Para saber mais
Top five

Os cinco melhores hotéis de aeroporto incluem, além do Crowne Plaza Changi, em Singapura, o Regal Airport (Hong Kong), o Pullman Guangzhou Airport (China), o Hilton Munich Airport (Alemanha) e o Sofitel Heathrow (Reino Unido). A pesquisa é organizada com base em levantamentos feitos com os hóspedes, que avaliam o empreendimento de acordo com as categorias abaixo:

 

Avalie o serviço
» Acesso entre aeroporto e hotel

» Profissionalismo e hospitalidade do serviço de recepção

» Gentileza da equipe do hotel

» Valorização do cliente

» Limpeza de quartos e banheiros

» Qualidade do quarto

» Amenidades no quarto

» Opções de lazer

» Academia e spa

» Qualidade da comida

» Qualidade do serviço da equipe do restaurante

» Custo-benefício

» Saiba mais sobre o Airport Hotel Awards

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Fabio
Fabio - 23 de Outubro às 16:28
Enquanto isso os prometidos hotéis Hard Rock Hotel, Wyndham Grand Collection, Ibis e Ibis Budget prometidos com pompa pela Inframérica não irão sair do papel. Somente não posso revelar os motivos. Foram CANCELADOS.

publicidade