SAÚDE

Ouvido tampado pode incomodar passageiros de avião por vários dias

Ficar sem ouvir durante voos é mais comum do que se imagina. Descubra o motivo e conheça algumas dicas para evitar esse desconforto, principalmente em crianças

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/02/2017 09:00

Pacífico/CB/D.A Press

A sensação é corriqueira e não representa sintoma de doença grave. Quando você viaja de avião, costuma ficar surdo? Pois saiba que há pessoas que ficam com o ouvido tampado por vários dias depois da viagem, e isso ocorre por causa da pressão nos ouvidos, em especial nas aterrissagens (mudança brusca de altitude) ou decolagens de voos comerciais. Em alguns casos, o passageiro sente muita dor.

 

A médica otorrinolaringologista Jeanne Oiticica, especialista em otoneurologia, chefe do grupo de pesquisa em zumbido do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, explica que, apesar de as cabines das aeronaves comerciais serem pressurizadas, isso pode ocorrer caso o passageiro esteja com alguma inflamação, congestão ou secreção nas vias aéreas superiores (nariz, seios paranasais, rinofaringe) decorrentes de gripes, resfriados, rinite ou sinusite.

“O que ocorre é que o ar que está dentro dos ouvidos não consegue ser trocado com o ar do ambiente por conta da obstrução (inflamação, congestão ou secreção). A pressão do ar retido na aeronave e preso no ouvido acaba gerando desconforto por distensão da membrana timpânica e, em alguns casos, pode haver dor associada”, explica a médica.

Em alguns casos, a pessoa fica sem ouvir direito por alguns dias — a chamada surdez transitória —, porque parte da secreção retida nas vias aéreas superiores migra para os ouvidos durante o voo, o que causa sensação de ouvido tampado, água no ouvido, pressão, dor. Segundo a médica, pode levar alguns dias para essa secreção secar e drenar para fora do ouvido, e só depois disso a audição normaliza. É sempre importante consultar um médico otorrinolaringologista nesses casos, pois, algumas vezes pode ser necessário tratamento adicional, como exames de imagem e audiometria, sendo que uma avaliação mais detalhada acaba esclarecendo o diagnóstico final.

Lentes incomodam
Usuários de lentes de contato também podem sentir um desconforto nos olhos durante a viagem de avião. Segundo o médico Arthur Schaefer, da Clínica Schaefer, de Curitiba, essa é uma reclamação frequente nos consultórios oftalmológicos no período de férias. Ele explica que as lentes de contato já absorvem certa quantidade da umidade das lágrimas e, associada à alta pressão e ao ar seco dentro da cabine da aeronave, pode ocorrer uma desidratação dos olhos, fazendo com que as lentes pareçam menos confortáveis que o habitual.

Sensação de areia nos olhos, irritação ocular e queimação são alguns dos sintomas relacionados ao ressecamento ocular. Mas em alguns casos podem ser ainda mais severos, causando sensibilidade à luz, desconforto e vermelhidão, além de embaçamento visual. “Quanto mais intensos esses sintomas, mais eles afetam a qualidade de vida e o bem-estar durante o voo, tornando a experiência da viagem um verdadeiro desastre”, diz Schaefer.

» Previna-se

Para o ouvido

» Usar sempre sprays nasais e gotas otológicas, que podem ser prescritos para alívio do incômodo agudo na hora do voo, além, é claro, do tratamento profilático, mas que deve ser analisado caso a caso.

» Mascar chicletes e deglutir, beber algum líquido. No caso dos bebês, dar a mamadeira ou o peito pode ajudar a abrir a tuba auditiva. A orelha encontra-se conectada com o nariz por meio de um tubo fino e estreito, como um canudo, chamado tuba auditiva. Ela é importante, pois é responsável por equalizar a pressão da orelha e drenar secreções que a própria orelha produz em direção ao fundo do nariz, para serem eliminadas e desentupir o ouvido


Para os olhos

» Caso seu oftalmologista indique, use colírios lubrificantes, compatíveis com lentes de contato gelatinosas ou rígidas, para aliviar o ressecamento dos olhos

» Peça orientação ao seu médico sobre quais produtos utilizar

» Beba bastante água para se manter sempre hidratado

» Leve seus óculos e o estojo das lentes de contato para retirá-las no caso de o desconforto aumentar

» Retire as lentes de contato se quiser dormir

» Antes de tocar em seus olhos ou lentes de contato, lembre-se de lavar suas mãos com sabonete, enxaguando bem e secando-as com uma toalha livre de fiapos

» Considere também a possibilidade de trocar o par de lentes de contato quando chegar ao seu destino, para obter o máximo de conforto e, assim, aproveitar da melhor maneira a sua viagem

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.