SAÚDE

Movimentar-se durante um voo pode evitar problemas de saúde

Evite riscos de trombose e até infecções com pequenos movimentos, principalmente durante longos trajetos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/03/2017 09:00 / atualizado em 09/03/2017 12:53

Maurenilson Freire/CB/D.A Press

Com espaços cada vez menores, as aeronaves podem se tornar um desafio à saúde quando a viagem é muito longa. Permanecer muito tempo na mesma posição pode causar trombose, dores na coluna ou enjoos. Cuidados simples antes de enfrentar a empreitada podem evitar sérios problemas de saúde. Segundo a clínica-geral Rossana Maria Russo Funari, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, em São Paulo (www.hpev.com.br), é importante não ficar mais de três horas sem ir ao banheiro. “Permanecer com a bexiga cheia por muito tempo pode propiciar infecções urinárias”, explica.

 

Outro cuidado que deve ser tomado durante a viagem é esticar pernas e braços sempre que possível, para evitar cãibras, dores articulares ou até mesmo risco de trombose em membros inferiores. Idosos, obesos, portadores de doenças crônicas ou quem já teve episódios de trombose no passado são mais suscetíveis a problemas de circulação. “A principal causa da doença é o baixo fluxo sanguíneo e a dificuldade do retorno do sangue pelas veias devido ao longo período em que o passageiro permanece sentado, propiciando a formação de coágulos”, explica Rossana Funari. “Para quem se encontra imobilizado com gesso ou tala nos membros inferiores ou superiores, é recomendável, em alguns casos, tomar anticoagulantes antes da viagem”, reforça a médica.

Longas viagens também prejudicam a coluna. Nessa situação, é fundamental manter as costas sempre retas e evitar ficar com o pescoço curvado. Almofadas podem ajudar a manter a postura correta. Mais comuns, os enjoos também ocorrem em algumas pessoas que apresentam sensibilidade do labirinto a movimentações do ambiente e a alterações de postura. Nesse caso, é aconselhável tomar medicações antes da viagem, para maior conforto e para diminuir os sintomas, como vontade de vomitar, tonturas e dores de cabeça.

Coágulos
Trombose é a formação de um trombo no interior do coração ou de um vaso sanguíneo. Tromboembolia seria o termo usado para descrever tanto a trombose quanto sua complicação, que seria o embolismo. Já os coágulos sanguíneos ocorrem fora do sistema cardiovascular. Às vezes, pode ocorrer em uma veia situada na superfície do corpo, logo abaixo da pele. Nesse caso, é chamada de tromboflebite superficial, ou simplesmente tromboflebite ou flebite.

Geralmente, a trombose é causada devido a uma anomalia em um ou mais itens da Tríade de Virchow, como composição do sangue (hipercoagulabilidade); qualidade das paredes venosas; e natureza do fluxo sanguíneo (hemodinâmica). Além dessas causas, o choque térmico pode levar a um tipo de trombose que pode ser revertido.

A formação do trombo é, geralmente, causada por um dano nas paredes do vaso, ou ainda por um trauma ou infecção, e também pela lentidão ou estagnação do fluxo sanguíneo, ocasionado por alguma anomalia na coagulação. Depois da coagulação intravascular, forma-se uma massa disforme de hemácias, leucócitos e fibrina.

Risco
O risco de desenvolver uma trombose pode ser aumentado por fatores como estase, que é permanecer em inatividade prolongada (por exemplo, viagem de avião ou de carro); traumatismo na veia (algum machucado que provoque lesão nas veias); tabagismo; uso de anticoncepcionais; avanço da idade e predisposição genética.

 

» Cuidados

» Uma das dicas é movimentar-se durante as viagens. Fazer pequenas caminhadas no corredor do avião ou rápidas paradas nas viagens terrestres reduzem as chances de ter o problema.

» Caso, durante a viagem, a pessoa sinta dor ou perceba algum inchaço nos membros inferiores, recomenda-se colocar as pernas para cima se possível.

» O uso de meias de alta compressão também previne o mal. Elas devem ter a pressão e o tamanho adequado. A indicação é que sejam colocadas em casa e não minutos antes do embarque.

» Hidratar-se durante toda a viagem é uma maneira de deixar o sangue menos viscoso.

» Sentar-se nas cadeiras do corredor do avião deixa as pernas mais livres e melhora a circulação, diminuindo o risco.

» Outra dica é que o passageir, mesmo sentado, massageie a panturrilha, fazendo pressão no sentido de baixo para cima.

»Também pode ser recomendado o uso de anticoagulantes antes da viagem, mas isso depende do quadro do paciente e de indicação médica.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.