BODAS

De braços dados com o turismo: hotéis preparam pacotes voltados para noivos

Seja por economia, pelo cenário ou para facilitar a vinda de convidados distantes, cada vez mais, casais optam por realizar a cerimônia de núpcias em hotéis que, por sua vez, descobriram o filão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/04/2017 10:00 / atualizado em 29/03/2017 16:25

Rosana Hessel/CB/D.A Press

Casar pode ser mais que a união de duas pessoas apaixonadas, pode se transformar numa experiência turística. Na busca por cerimônias diferentes e mais baratas, além de reunir um grupo menor — e mais especial — de convidados, muitos casais descobriram as vantagens de trocar alianças em hotéis que oferecem boa estrutura, facilitam a organização e ainda se tornam um destino para passeios e relaxamento.

 

O dólar mais caro fez o brasileiro viajar menos para o exterior. De janeiro a dezembro de 2016, os gastos dos brasileiros no exterior caíram 18,6% em relação ao período anterior, passando de US$ 16,1 bilhões para US$ 13,1 bilhões, conforme dados do Ministério do Turismo (MTur). Conforme dados da Sondagem do Consumidor Intenção de Viagem, entre aqueles que pretendem viajar no próximo mês, 82,6% vão escolher destinos domésticos.

 

Quem sonha em casar em uma praia paradisíaca com amigos e parentes testemunhando o momento, fugindo de destinos tradicionais no exterior ou mesmo dos salões e dos preços exorbitantes das capitais nacionais, o Nordeste pode ser uma opção. Já que o dólar não ficará abaixo de R$ 3 tão cedo, a rede Iberoestar aproveita a experiência bem-sucedida das unidades do Caribe e está focada em transformar o resort da bandeira espanhola na Praia do Forte, na Bahia, em um destino certo para noivas com familiares em vários lugares do país ou mesmo do mundo.

 

“Estamos aproveitando a nossa experiência em realizar casamentos nos hotéis do Caribe e estamos bastante otimistas com essa aposta”, afirma o diretor de operações da Iberostar Brasil, David Malagelada. Ele conta que a rede está aproveitando o câmbio favorável para deslanchar o negócio com casamentos. E, para isso, oferece preços especiais para os convidados, dependendo do número, que terão a vantagem de desfrutar de uma infraestrutura semelhante à que é oferecida em várias partes do mundo.

 

No ano passado, o Iberostar realizou cinco casamentos com o mínimo de 40 e o máximo de 120 convidados. “O perfil dos noivos que se casaram no complexo é geralmente de uma brasileira que casa com um estrangeiro e tem parentes em diversas cidades do Brasil e de outros países e acabam todos vindo para um mesmo local”, destaca a gerente de Relações Públicas do complexo, Carolina Damiani.

 

Rosana Hessel/CB/D.A Press

O custo pode surpreender e ser bem mais barato do que uma festa em um salão de festas convencional. O pacote de casamento, por exemplo, sai a partir de R$ 7 mil, com direito ao buquê da noiva, bolo de casamento, decoração romântica na suíte de núpcias e uma garrafa de espumante. O bufê e o coquetel é cobrado à parte, dependendo do número de convidados. O casal terá direito ao late check-out até as 15h, sem custos adicionais.

 

Dada à variedade de ambientes do complexo que conta com dois hotéis, o Bahia e o Praia do Forte, é possível organizar uma recepção para grupos de 30 até 800 convidados. Os valores do coquetel variam de acordo com o tipo de comida e bebida, partindo de R$ 21 até R$ 40 por convidado. Os jantares podem ser bufê ou de gala, com serviço à la carte. O bufê só pode ser contratado para grupos com mais de 50 pessoas e os preços estão entre R$ 55 a R$ 170 por pessoa, de acordo com o cardápio.

 

Os dois hotéis possuem 1.168 apartamentos. O mais antigo, o Bahia, tem decoração e cores mais típicas do Pelourinho, 632 quartos, quatro piscinas, seis bares, um restaurante bufê e quatro temáticos. O hotel da Praia do Forte tem as instalações mais modernas, cinco piscinas — uma infantil — cinco restaurantes, cinco bares e um café. São 536 suítes com serviço de quarto. Além dos restaurantes temáticos, espaço para criança com monitores e cozinha com papinhas para bebês.

 

Rosana Hessel/CB/D.A Press

Nos dois hotéis há SPA com pacotes de massagens, banhos especiais e tratamentos corporais que podem ser contratados tanto pelo casal de noivos quanto pelos convidados. Os preços dependem do serviço escolhido. Os casais que quiserem passar a lua de mel no resort ganharão um upgrade para uma das quatro suítes presidenciais nos dois hotéis do complexo, com direito a jantar preparado por um chef exclusivo. As áreas desses quartos variam de 120 m2 no hotel Bahia e a 160 m2, no Praia do Forte. Todas elas contam com duas jacuzzi, uma no banheiro e outra na varanda. O serviço do café da manhã na suíte também está incluso para os noivos.

 

União com espírito de preservação

Conhecida por seu litoral de águas mornas, a Bahia é um dos principais destinos turísticos do Nordeste. A Praia do Forte, localizada a cerca de 60 km de Salvador, tem opções de mergulho em piscinas naturais e um dos passeios imperdíveis são as ruínas do Castelo Garcia d’Ávila, onde é possível avistar a vila da Praia do Forte. Algumas noivas, de acordo com a gerente de Relações Públicas da Iberostar, Carolina Damiani, costumam realizar a cerimônia nesse Castelo e depois fazem a recepção em um dos espaços do resort, como a Casa de Golfe ou um dos restaurantes temáticos, que podem ser fechados para o evento e acomodam de 30 a 800 pessoas. Para ir até lá, é importante pedir orientação ao pessoal do hotel sobre empresas que fazem os passeios para o local, se não tiver alugado um carro.

 

Rosana Hessel/CB/D.A Press
 

A vila da cidade fica um pouco distante do resort, mas vale a pena ser visitada. Ela é muito charmosa e tem um grande número de lojinhas, bares e restaurantes. Um bom programa é passear por lá e aproveitar para visitar a sede do Projeto Tamar, que é parada obrigatória. Reserve uma tarde para ver os diversos tipos de animais marinhos expostos, desde a barata gigante, passando por arraias até chegar aos tubarões lixa. Mas as tartarugas, obviamente, são o destaque dos aquários.

 

A Praia do Forte é uma das 25 localidades onde a ONG atua protegendo cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no país, todas ameaçadas de extinção. São elas: tartaruga-cabeçuda, tartaruga-de-pente, tartaruga-verde, tartaruga-oliva e tartaruga-de-couro, a maior de todas e pode ter mais de dois metros de comprimento. Quatro delas, com exceção da última, costumam se reproduzir na Praia do Forte. Por isso, as regras no complexo da Iberostar são mais rígidas para os banhistas. Não é permitido deixar lixo na areia próxima ao resort, por exemplo. Os funcionários do hotel fazem a fiscalização para que o hóspede, o convidado ou o complexo sejam multados. Além disso, é preciso tomar cuidado ao caminhar pela areia porque você pode destruir um ninho de tartarugas por acidente.

 

A repórter viajou a convite da rede Iberostar de hotéis. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.