PRAIA

Dicas valiosas para quem vai curtir férias em Trancoso, no sul da Bahia

Para quem gosta de lugares charmosos, com belas praias e gente bonita, a cidade baiana é ideal. Mas dá para descansar!

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/04/2017 10:00 / atualizado em 12/04/2017 17:03

Rodrigo Soldon/Flickr

Trancoso é um simples vilarejo — com pouco mais de 11 mil habitantes — muito charmoso, com belas praias e frequentado por público jovem e muitos famosos. Sua atividade mais forte e lucrativa é o turismo, que arrasta pessoas de todo o mundo, ao longo do ano. Talvez esse seja o compêndio ideal para descrever rapidamente o pequeno distrito do município de Porto Seguro, na Bahia, que também traz consigo uma história de mais de 500 anos.

 

Um recanto que fica no sul da Bahia que, a partir de Porto Seguro, pode ser acessado de carro ou por meio de balsa. Para aqueles que pretendem curtir um feriado ou até mesmo um fim de semana, o ideal é deixar o carro em casa e pegar um dos voos diários e diretos para Porto Seguro. Saindo do aeroporto de destino, há a possibilidade de alugar um carro ou utilizar o transporte público para chegar até Trancoso. O trajeto mais em conta é a compra de uma passagem de ônibus e da balsa, com cerca de 1 hora de duração, e custa em torno de R$ 15.

 

Roxane Velozo/Flickr

Chegando ao vilarejo, não há dúvidas de onde ir primeiro: a praça São João Batista, popularmente conhecida como Quadrado, é a parte mais famosa da cidade. Ali, se encontram as pousadas mais caras, o comércio e também alguns pontos turísticos. Enquanto há sol, a praça é tranquila e ligeiramente movimentada. Porém, ao entardecer, os bares e o fluxo de turistas e habitantes dão nova vida ao espaço.

 

Os bares, inclusive, são um dos maiores atrativos noturnos da cidade. É comum encontrar figuras públicas famosas bebendo, cantando e interagindo com outros clientes. A cantora e atriz brasileira Elba Ramalho é uma das que têm um imóvel em Trancoso, no qual recebe amigos, a maioria músicos, há anos. O local é querido e sempre muito frequentado pela cantora, que costuma passar seus dias de folga na cidade.

 

Thiago P.S./Flickr

As belezas das marés

No Quadrado encontra-se a bela Igreja de São João, erguida em 1656. Pequena e de uma simplicidade perceptível, o templo reserva seu charme pelo lado de fora, pois ao fundo está o Mirante de Trancoso, ponto alto com uma linda vista para o mar. É comum encontrar pessoas no mirante logo cedo, assistindo ao nascer do sol. Vale lembrar também que o Quadrado é famoso pelas várias barraquinhas de tapioca e acarajé, comidas típicas da culinária do estado, que costumam encantar turistas de toda parte.

 

As praias de Trancoso merecem grande destaque. Além de serem o ponto preferido dos turistas, algumas abrigam pousadas e hotéis, a preços elevados. A primeira delas, e talvez a mais importante, é a Praia dos Nativos. Localizada a 10 minutos (a pé) do Quadrado, a praia é a mais próxima da vila e costuma ser o passeio preferido dos hóspedes.

 

Mas as opções não param por aí. Na Praia dos Coqueiros, famosa pela plantação que cria um cordão verde na areia, os bares estão sempre lotados de visitantes que buscam o melhor peixe e as delícias dos frutos do mar. A praia de Itapororoca, mais reservada e que fica a uma hora de caminhada a partir da praia dos Coqueiros, surpreende com belas piscinas naturais que se formam quando a maré está seca. Local ideal para aqueles que têm medo ou não gostam das ondas.

 

Por fim, a Praia do Espelho é um passeio que se pode chamar de imperdível. É um dos destinos mais procurados do litoral sul baiano e fica mais afastada da agitação de Trancoso. Mas o turista deve sempre estar atento à maré. O ideal para uma visita é esperar a maré baixar, quando é possível avistar os belos corais na água transparente. Com a maré alta, o espaço da praia fica reduzido, além de esconder os arrecifes.

 

O centro da cidade é pouco frequentado e fica a cerca de dois quilômetros da Praia dos Nativos. O vilarejo é simples, com poucos prédios históricos, museus, igrejas ou praças. O turismo é inteiramente voltado para as praias e o movimento no Quadrado, além de peças artesanais produzidas pelos artistas locais e também os que deixaram a vida em cidades grandes para desfrutar da calmaria e da beleza do lugar.

 

Martins/Flickr

Visite

Não existem segredos sobre o que fazer em Trancoso, mas também há opção para aquele que quer fugir do óbvio. A Vila de Caraíva tem cerca de 800 habitantes e está a 1h30min de carro. É impossível ingressar diretamente na cidade, seja de carro, moto ou a pé.

 

Na “Porta de Caraíva” ficam barquinhos que atravessam o rio levando os turistas pelo preço de R$ 5. A vila tem poucos restaurantes e alguns bares na beira da praia. Falando em praia, é importante destacar que no local ocorre o encontro do rio com o mar, misturando as águas, dando uma tonalidade diferente e uma bela visão para os turistas. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.