INVERNO

Descubra os diferentes esportes radicais para se aventurar na neve

Mais do que uma paisagem tranquilizante e um belo cenário para fotos, locais cobertos de neve podem oferecer atividades eletrizantes para quem gosta de experimentar emoções intensas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/05/2017 10:00 / atualizado em 30/08/2017 13:30

Fenômeno pouco comum nos países tropicais, a neve desperta encantamento e curiosidade na maioria das pessoas. Quem nunca sonhou em “conhecer” a neve? Paisagens quase totalmente brancas sempre povoaram o imaginário de brasileiros com as histórias nos livros infantis, nas imagens de TV, nos filmes e games. Mas não é preciso esperar até o fim do ano para conhecê-la no hemisfério norte, pois a estação mais fria do ano está prestes a começar no continente sul-americano.



Com o início da temporada de inverno marcado para o dia 21 de junho, já é hora de se planejar para conhecer as maravilhosas paisagens geladas e aproveitar tudo o que a neve pode oferecer. As possibilidades de se divertir com os floquinhos brancos são inúmeras e abrangem atividades para os mais corajosos e também aventuras mais tranquilas para os menos destemidos.

Os seis destinos mais procurados na América do Sul estão na Argentina (Bariloche, Villa La Angostura e Ushuaia) e no Chile (Valle Nevado, Portillo e Chillán). Nesses lugares há uma boa estrutura para receber turistas que desejam praticar esportes e contemplar a natureza de um jeito diferente. Além do esqui e do snowboard, que são os esportes mais procurados, há inúmeras opções que os tropicais nem sequer imaginam! Escolha uma dessas aventuras para encarar na sua próxima viagem.


Trilhas

Glanluca Barnabá/Flickr

Os amantes do montanhismo precisarão de uma dose extra de energia. Existem diversas trilhas feitas na neve para que o turista aproveite e conheça o cenário de uma maneira diferente. Algumas delas exigem um bom preparo físico. O trekking pode ser feito sozinho ou em grupo e alguns percursos chegam a ter até 100 quilômetros. Para se aventurar pelos caminhos na neve, é preciso se equipar com mantimentos e vestimentas especializadas, pois o corpo se comporta de uma maneira mais delicada quando exposto ao frio extremo.

Tubing

Hotel Garni Pegrá/Reprodução

O Tubing não é nada mais que aquelas enormes boias que descem radicalmente as montanhas na neve. É uma atividade divertida e prazerosa que atrai de crianças a adultos. É preciso que os pequenos aventureiros tenham no mínimo um metro de altura para realizar a atividade.

Trenós

Cleide SS/ Flickr

O passeio de trenó puxado por cães é uma forma de interagir com a natureza e os animais ao mesmo tempo. Descer as montanhas na companhia de valentes animais das raças huskie siberian e alaskan malamute é uma experiência empolgante. Criados e treinados para levar as pessoas a passear por locais seguros, eles demonstram experiência e agilidade. É impossível não se encantar com os bichinhos!

Tirolesa

Viagem Cultural/Reprodução

Sobrevoar as paisagens geladas é realmente de tirar o fôlego. A tirolesa, ou canopy, é uma atividade que requer muita coragem, além do espírito de aventura. São desafios de todos os tamanhos. Alguns percursos podem atingir 1.500 metros de extensão. A aventura pode chegar a velocidades superiores a 100 km/h e a altura varia entre as plataformas. Então, para aqueles não têm medo de altura e não temem altas velocidades,  embarcar numa tirolesa é uma oportunidade de contemplar as lindas paisagens por um ângulo diferente e especial.

 

Ski-bunda

Blog da Dré-Wordpress/Reprodução

Descer a montanha sentado num pequeno trenó de plástico é a emocionante diversão que essa atividade promete. Pelo fato de o turista se sentir mais vulnerável por não ter tanta proteção, facilmente você pode cair na neve e é aí que está o grande barato do skibunda: pode ser feito por toda família de uma só vez, porque existem trenós que permitem ir mais de uma pessoa, ou sozinho.

Patinação

Olá Canadá-Wordpress/Reprodução

Os lagos congelados são o palco de uma das diversões mais conhecidas e que mais exigem disposição física e espírito infantil. Para quem nunca praticou, é bom se preparar para alguns tombos e se divertir com eles. Até conseguir o equilíbrio necessário para deslizar sobre o gelo, a atividade exigirá muito empenho. O prêmio para quem persistir é a incrível sensação de voar na paisagem branca. A atividade pode ser feita por qualquer pessoa e é um ótimo passeio para ser feito em família.

 

 

Paintball


Se a adrenalina já é bastante no paintball convencional, quando praticado na neve, o esporte ganha mais cor e sabor. A modalidade consiste em um jogo de estratégia entre dois grupos que “lutam” para atingir o maior número de adversários. As armas usadas lançam munição com tinta, que colorem o “inimigo” atingido. Ganha quem conseguir uma maior paleta de cores.

 


Quadriciclo

Noche Nórdica/ Reprodução

Das dunas e da areia da praia para o frio congelante e as camadas de neve. Os quadriciclos têm rodas e pneus que se adaptam ao terreno e, assim, podem enfrentar qualquer obstáculo. Com eles é possível chegar a grandes altitudes, pois existem montanhas cujas trilhas permitem a passagem do veículo até quase o topo. Em Bariloche, por exemplo, há um caminho que leva a uma caverna a 1.400 metros de altitude. Lá, o turista poderá desfrutar de um aconchegante restaurante.

 


Moto

Holiday Club/Reprodução

Diferente dos quadriciclos, o snowmobile, como é chamada a motocicleta que trafega na neve, promete ainda mais emoção. Por ter em sua base lâminas, iguais às do esqui, a moto pode atingir altas velocidades, já que desliza com mais facilidade. Esse é um dos passeios mais procurados em todas as estações de inverno. É seguro, segundo os praticantes, e ao mesmo tempo desperta muita adrenalina.

 

» Proteja-se

Praticar atividades com a temperatura abaixo de zero exige equipamentos de segurança, é claro, mas principalmente roupas especiais para enfrentar o vento e condições climáticas inesperadas. A quantidade de peças pode dar menos liberdade aos movimentos, mas garantirá ao corpo a energia necessária para curtir as belezas e as diversões na neve. Em algumas estações, é possível alugar as peças. Não esqueça de usar.

» Luvas
» Botas especiais para neve
» Meias de material sintético
» Calça térmica (primeira camada)
» Calça quente (segunda camada)
» Calça de neve (terceira camada)
» Camisa térmica sintética (primeira camada)
» Camisa térmica quente (segunda camada)
» Casaco de Fleece (terceira camada)

» Jaqueta de neve (última camada)

 

»Programe-se 

Fique de olho no calendário. O inverno ocorre em períodos distintos nos dois hemisférios. Anote na agenda.

HEMISFÉRIO SUL               HEMISFÉRIO NORTE

Período     Temporada          Período     Temporada
15/06 a 01/07    Baixa         15/11 a 20/12     Baixa
01/07 a 15/07    Média         20/12 a 05/01     Altíssima
15/07 a 31/07    Alta           05/01 a 01/02      Média
31/07 a 31/08    Média         01/02 a 20/03     Alta
31/08 a 01/10     Baixa        20/03 a 01/05      Baixa 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.