RIVIEIRA

Conheça Nice, uma das cidades mais glamourosas da costa francesa

Do charme tradicional ao chique contemporâneo, a região oferece amplo espectro de opções. Aproveite os hotéis, bistrôs e restaurantes e visite vinícolas e sítios históricos, além dos museus

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/05/2017 20:00 / atualizado em 01/06/2017 12:21

Juliana A. Saad/Esp. CB/D.A Press


Vibrante, ensolarada, com os dias ritmados entre a velocidade e o tranquilo, “deixar rolar”. Sinônimo de glamour e luxo, a Riviera Francesa vive um eterno despertar para o sol, o verde dos montes e o incrível azul do mar. Praias de vários tipos e tamanhos, orlas com belos edifícios antigos, esportes de toda natureza e uma insistente atmosfera de bem-estar fazem da Côte d’Azur um cenário único que hipnotiza quem chega.


Visitamos a alegre e calorosa Nice e ainda Grasse, que volatiza a história dos perfumes, e Cannes, a efervescente cidade do Festival de cinema, de hotéis míticos em sua Croisette, a avenida à beira-mar que recebe as estrelas cinematográficas para o Festival de cinema mais famoso do mundo, que completa, agora em maio, a sua 70a Edição. Entre cenas de cinema, mercados coloridos, ruelas de pedra, praias azuis e taças de rosé, uma viagem digna de filme.

* A jornalista viajou a convite da Atout France, do Comitê Regional de Turismo da Côte d’Azur e da Air France


Nice, a porta de entrada  

Juliana A. Saad/Esp. CB/D.A Press
 
Exalando animação, a cidade tem uma vida cultural intensa. Situada entre Mônaco e Cannes, tem um lado italiano que remonta à história de ocupação da região pelos Reinos de Piemonte e Savoia (Sardegna) e que lhe confere o apelido de “Nizza”. À beira do Mediterrâneo, sedia o principal aeroporto da região e tem localização privilegiada. Nice exibe palácios, museus espetaculares e edificações surpreendentes que se misturam a uma intensa atividade em suas ruas, avenidas e praias, sempre com a presença de bons bares e restaurantes. Inteiramente recuperada do choque do atentado terrorista do dia 14 de julho de 2016, que invadiu um dos seus pontos principais, a Promenade des Anglais, prepara-se para a primavera e o verão desse ano com toda a energia positiva embalada pela luz única da Riviera. Aproveite suas atrações “incontournables”, como dizem os franceses, deliciosamente inevitáveis.

Promenade des Anglais
Um passeio por Nice deve incluir, naturalmente, “La Prom”, como é chamada pelos habitantes e habitués. Em seus 6 km de extensão à beira do mar, estendem-se as famosas palmeiras que a identificam, desde a entrada da cidade até as portas do centro velho, ou Vieux Nice. Flanar por ela é programa obrigatório, sobretudo ao fim do dia, quando o Sol some no horizonte, espalhando seus raios alaranjados no céu. A praia não é de areia, e sim de pequenas pedras, mas ninguém parece se importar com isso.

Vieux Nice

Parte antiga da cidade, com ruelas da Idade Média, e hoje um charmoso “labirinto” para ser curtido a pé, apresenta uma miscelânea de ateliês com obras de arte diversas, lojas e butiques de marcas consagradas ou locais, bares e restaurantes para todos os gostos, além de vários fabricantes artesanais de pães, embutidos, doces, queijos, pastas frescas e pratos “niçoises” em meio às coloridas construções. Fervilha à noite nos meses mais quentes. Um de seus locais mais emblemáticos é a Place St. François.

Hotel Negresco
Reinando soberbo na “Prom”, o Negresco é o mais famoso hotel da cidade, construído a partir de 1912. Classificado como Monumento Nacional e com o apelido de “palácio inesperado”, o luxo se espalha por suas instalações, com exposição permanente de obras de arte. Vale pelo menos tomar um café ou um drinque em seu belo bar, ao som de jazz. www.hotel-negresco-nice.com

Museu Matisse
Nice conta com importantes museus, como o Matisse, que permite uma visão ampla da evolução e do legado de Henri Matisse, suas pesquisas com a cor e o grafismo, desde os primeiros quadros do fim do século 19 até os desenhos no fim de sua vida. Fica na Avenue des Arènes de Cimiez, 164, fecha às terças. www.musee-matisse-nice.org.

Mamac

Juliana A. Saad/Esp. CB/D.A Press

Com projeto de Yves Bayard e Henri Vidal, o Museu de Arte Moderna e Arte Contemporânea tem arcos conectando os terraços, que se abrem em vistas de 360 graus sobre Nice. Está recheado de obras expressivas de artistas como Yves Klein (que dá nome à praça onde está situado), Niki de St. Phalle e grande elenco. São cerca de 1.300 obras de mais de 300 artistas, do fim dos anos 1950 ao dias atuais, indo do Novo Realismo europeu, com sua crítica à sociedade de consumo, até a Pop Art. Fecha às segundas, mas abre todos os dias de 23 de junho a 15 de outubro. www.mamac-nice.org.

Museu Marc Chagall

Com obras do longevo artista que vão de 1903 a 1985, fica em um belíssimo prédio projetado pelo arquiteto André Hermant, além de valer a visita pelos jardins que o circundam. Está na Avenue du Docteur Ménard, 36, fecha às terças. www.musee-chagall.fr.

Promenade du Paillon

Próxima ao MAMAC, é uma grande área verde reurbanizada (o rio da cidade passa embaixo), separando, do seu lado esquerdo, a velha cidade e o cais, e do lado direito, a cidade mais nova e também onde começa a Promenade des Anglais. Grandes esculturas, praças, pistas e espelhos d’água se espalham em sua extensão — é como um oásis na cidade.

Colline du Château

Uma série de escadas e trilhas leva à colina que abrigava o Château de Nice na Idade Média — do qual hoje só restam ruínas. Mas o parque que o circunda, com milhares de árvores e uma famosa cascata, vale o passeio e, de quebra, permite uma vista panorâmica espetacular abrangendo a Promenade des Anglais, o porto, o mar e montanhas próximas. O melhor acesso ao parque é por elevador ou através de imensa escadaria ao longo da Tour Bellanda, próximos ao final do Quai des Etats-Unis, prolongamento da Promenade des Anglais.

Cathédrale Sainte-Réparate

É a basílica da santa padroeira de Nice recentemente reformada após 6 anos de trabalho. Um edifício impressionante no centro velho da cidade com seus adornos e obras de arte sacras. Apresenta exposições e também espetáculos musicais.

Marché aux Fleurs Cours Saleya
Todos os dias de manhã, no prolongamento da rua Saint-François de Paule, o Cours Saleya se transforma em um jardim de flores, plantas e aromas incríveis. Gerâneos, mimosas, dálias, vasos com limões e laranjas se juntam para um presente aos olhos. De terça a domingo.

Marché de la Libération

Juliana A. Saad/Esp. CB/D.A Press

Em Nice há vários mercados de rua e um dos mais procurados é o Marché de la Libération, que oferece peixes e frutos do mar frescos toda manhã, além de frutas, legumes, azeitonas, temperos etc. Abre de terça a domingo das 6 às 12h30 e fica na Avenida Malausséna com Place du Général de Gaulle.


Organize a viagem com antecedência
A Air France tem voos diários para Nice, via Paris. Vale checar as promoções no site da empresa e voar com mais espaço e conforto nas poltronas da Premium Economy. A empresa opera atualmente 19 frequências semanais no Brasil direto para o Aeroporto Paris-Charles de Gaulle e, de lá, em menos de uma hora e meia você chega a Nice. www.airfrance.com.br.

 

» Gastronomia

Onde comer
A chamada região niçoise é famosa por sua culinária caseira e saborosa. Além da famosa salada com ovos, tomates, anchova e azeitonas pretas, tem o Pan Bagnat, literalmente “pão molhado”, sanduíche em pão redondo branco com os ingredientes principais da salada; a Pissaladière, torta de cebola com azeitonas e anchovas (pissalà significa pasta de anchova no dialeto Nissart); a Socca, grande crepe de farinha de grão-de-bico salpicada com pimenta e a Fougasse, pão provençal recheado com vegetais.

Além de bons restaurantes, Nice oferece oportunidades de degustação dos ótimos azeites da Provence. Um dos locais para isso é o Les Petits Farcis Escola de Gastronomia, no número 12 da Rue Saint Joseph www.petitsfarcis.com.

Le Comptoir de Nicole
é um bistrô gastronômico no coração do centro antigo, com comida provençal simpática. 20, Rue Saint François de Paule www.comptoir2nicole.fr.

Castel Plage
Para peixes e frutos do mar (afinal, o Mediterrâneo está em frente), é a melhor dica. Fica no Quai Rauba-Capeu, com vista para a Promenade des Anglais e a Baie des Anges www.castelplage.com.

La Cantine de Lulu

É perfeito para uma refeição simples, calorosa e genuinamente local. www.cuisinenicoise.fr/cantine-lulu

Onde ficar
O pequeno, moderno e confortável hotel-boutique Monsigny tem três estrelas fincadas em um prédio ultracharmoso em um dos pontos mais bem localizados da cidade, na Avenue Malaussena. Quartos e banheiros novíssimos e terraço ao ar livre garantem dias felizes na cidade. www.hotelmonsignynice.com/fr.
 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.