EXPERIÊNCIAS

A viagem é feminina: mulheres encaram desafio de viajar sozinhas pelo mundo

Pesquisa revela que uma em cada quatro brasileiras costuma viajar sozinha e pretende repetir a experiência em breve.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/06/2017 20:00 / atualizado em 13/06/2017 15:51

Andreas Weibel/Flickr

Pode parecer estranho, ou talvez você ainda não conheça nenhuma mulher que se aventurou numa viagem sozinha, mas sabia que a cada ano cresce em todo o mundo o número de mulheres que se aventuram numa experiência solo? Os destinos envolvem muito mais do que boas fotos ou realizar o desejo de conhecer pontos turísticos tradicionais. Eles trazem para essas mulheres a descoberta de um novo mundo onde superam medos, expectativas e aliam o desejo de viajar com o prazer de se sentir independente e desfrutar da sua própria companhia.


Uma pesquisa realizada em 2015 pelo site de turismo TripAdivisor ouviu quase 10 mil mulheres em todo o mundo e pediu que elas respondessem se viajam sozinhas ou não. Metade delas afirmaram se sentir mais seguras e confiantes ao viajarem sós. No Brasil, foram entrevistadas 671 mulheres e o resultado revela que uma em cada quatro costumam viajar sozinhas e que pretendem repetir a experiência nos próximos meses.

Mais recentemente, o site de aluguel de casas temporárias mais conhecido no cenário mundial, Airbnb, fez um levantamento e mostrou que, entre o top 5 de mulheres que fazem turismo por conta própria, as brasileiras ocupam o segundo lugar, só perdem para as japonesas. Além disso, pesquisa do Ministério do Turismo divulgou que o número de brasileiras que pretendem viajar sozinhas cresceu pelo quinto ano consecutivo, com 17,8%, enquanto a porcentagem de homens que desejam se aventurar sozinhos é apenas de 11,8%. Todos esses números e dados comprovam na teoria o que todas elas afirmam na prática: a maravilhosa experiência de se conhecer além das suas expectativas.

 

Ching7749/Flickr


Quando se está só, é possível fazer um itinerário mais flexível, guiar seus passeios sem depender de ninguém, montar seu roteiro do jeito que quiser e escolher a data que for mais conveniente, sem precisar depender das férias de outra pessoa ou da vontade dela de querer ir para o mesmo local que você. Esses são alguns entre tantos motivos que as mulheres alegam ser o que as impulsiona a viver essa experiência. O voo solo realiza apenas vontades e desejos de conhecer cada cantinho da cidade visitada do seu jeito.

Mas encarar essa jornada não é simplesmente escolher um destino e ir. É preciso ter em mente que alguns cuidados devem ser tomados para que tudo saia conforme o esperado. Portanto, é fundamental pesquisar muito sobre o local desejado, porque tudo deve ser levado em consideração: a segurança do local, a religião, a cultura, a forma como o país a ser visitado recebe mulheres que viajam sozinhas. Há diversos países da Europa, Américas e Oceania que unem segurança, beleza, aventura e que podem ser apostas ideais para quem quer se aventurar na sua primeira viagem ou até mesmo para aquelas mulheres que já possuem experiência e desejam repetir a dose.

 

Escolha o destino certo
A escolha do roteiro é o ponto de partida dessa deliciosa jornada. Para torná-la ainda mais agradável, opte por países ou cidades mais seguras e tranquilas, haja vista que esses lugares oferecem uma infraestrutura e segurança melhor. É possível aliar destinos incríveis com segurança sim. Para mostrar alguns desses lugares, a diretora de marketing da empresa de intercâmbio Global Study, Vivian Castro, lista alguns países que são considerados seguros para se visitar.

Nova Zelândia 

Southern Discoveries/Reprodução

É o terceiro país do mundo no Índice Global da Paz.  Tem ainda os mais baixos números de relatos de agressão física às mulheres. Em relação às viajantes, a média chega a praticamente zero. Portanto, você pode ir sem medo e bem preparada para se aventurar! Na Nova Zelândia, o que mais atrai turistas são os esportes radicais e suas paisagens naturais incríveis. Se você gosta de surfe e uma boa praia, não há lugar melhor!

Canadá 
Magic Way/Reprodução

Entre todos os países da América, o Canadá é considerado o mais seguro para mulheres. A população é conhecida por ser extremamente cordial — ou friendly, como eles dizem — e as cidades são muito seguras e bem estruturadas. Seja para conhecer cidades cosmopolitas, como Toronto ou Vancouver, ou então visitar as paisagens naturais das Montanhas Rochosas, as chances de encontrar um destino acolhedor para a sua viagem são grandes. Um país para todos os tipos e estilos.

Irlanda 
Passaporte Mundo/Reprodução

Agora, se você prefere uma viagem com menos praias e calor, a Irlanda é o seu país ideal. Isso sem contar que por lá é comum ver mulheres viajando sozinhas. Assim como os australianos, os irlandeses também são receptivos e amigáveis. Você pode ficar tranquila para curtir o friozinho e as paisagens da 
Ilha Esmeralda com muita segurança e diversão.

Austrália 
Querofazerintercambio/Reprodução

A terra dos cangurus é parecida com o Brasil em muitos aspectos. O clima é quente e as pessoas também são muito receptivas, alegres e dispostas a ajudar. Por isso, será difícil você passar algum aperto sozinha. Além disso, o país é muito seguro e suas taxas de crime são quase nulas. Não é à toa que Melbourne foi eleita diversas vezes uma das melhores cidades para se viver. As praias são atrações irrecusáveis e a vida noturna é agitada, isso sem contar seus lindos parques, galerias de arte e ruas charmosas. Nunca faltará programa para conhecer gente nova e curtir muito.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.