PARANÁ

Trem de luxo oferece jantares inspirados nos anos 1930 em Curitiba

Viagens noturnas recriam atmosfera do passado. A R$ 279 por pessoa, os tripulantes têm direito a uma refeição completa, degustação de bebidas e charutos em um ambiente decorado à moda antiga

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/06/2017 10:00 / atualizado em 30/06/2017 15:27

Carlos Renato Fernandes/Divulgação

Curitiba (PR) — Não só de Jardim Botânico e Ópera de Arame é feita a capital paranaense. Em algumas horas do dia ou da noite, é possível explorar a ferrovia que liga Curitiba a Morretes, cidadezinha charmosa, próxima da Baía de Paranaguá. Nos dias quentes, a viagem de trem é motivada pela paisagem deslumbrante da Serra do Mar, emoldurada pela vegetação de Mata Atlântica e pelo céu azul.

 

No inverno, a vista e a temperatura são outras. A neblina se mistura às árvores, toma conta dos vales e umedece o cenário. Nos passeios diurnos, é como se a serra se fundisse com o trem. As janelas vão abertas e, não raro, os vagões levam galhos e flores de lembrança.

 

O passeio diurno dura cerca de três horas e é realizado pela Serra Verde Express, companhia que detém a concessão federal da ferrovia Paranaguá. Neste mês, o inverno paranaense ganhou um passeio noturno a bordo do Expresso Classique. Mais curto e cheio de pompa, o trajeto começa e termina na Estação Ferroviária de Curitiba.

 

A viagem dura 15 minutos. A plataforma recebe uma decoração especial, inspirada nos anos 1930. Música ao vivo, lounges com móveis da época e surpresas como área de degustação de charutos e bebidas são um pouco do que os tripulantes têm à disposição.

 

As viagens ocorrem a cada quinze dias, sempre às sextas-feiras. Na primavera, o trem ganhará outra decoração e outra proposta de passeio, ainda não divulgados. Para conhecer o Expresso Classique, reserve com antecedência pelo site.

 

Sofisticação

O jantar servido a bordo é preparado em um vagão semelhante a uma cozinha industrial, com estrutura de trabalho e utensílios em inox. Os cozinheiros e o chef podem preparar banquetes para até 100 pessoas. As iguarias começam com um couvert e seguem a ordem: entrada, parte principal composta por dois pratos e sobremesa. As refeições são servidas em quatro espaços — nas litorinas Copacabana e Foz do Iguaçu, no Camarote e no novo vagão Classique. A decoração dos vagões segue a temática dos anos 1930: o piso e as paredes são revestidos por madeira e o teto tem aplicações em tecido. Alguns móveis têm detalhes em marchetaria e arabescos em metal.

 

Carlos Renato Fernandes/Divulgação

SERVIÇO 

Expresso Classique

O jantar inclui uma refeição de curso completo, preparada por chefs locais. As bebidas são cobradas à parte. Há vinhos e cervejas artesanais sugeridos por sommeliers, que podem ser adquiridos antecipadamente em um pacote especial. Há café gourmet, charutos e souvenirs à disposição, além de estacionamento gratuito. O trem recebe até 70 pessoas.
» Preço: R$ 279 por pessoa
» Informações e reservas: (41) 3888-3488 ou no site.

 

Viagem a convite da Serra Verde Express 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.