NORUEGA

Conheça as belezas do fiorde de Geiranger, o preferido da rainha da Noruega

Com mais de mil fiordes, Geiranger destaca-se pelas belas cachoeiras, entre elas a Sete Irmãs

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/10/2017 10:00

Ana Maria Campos/CB/D.A Press


Na lista da Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade, o Fiorde de Geiranger (Geirangerfjord) é daqueles locais para se incluir na seleção dos destinos imperdíveis. É de uma beleza inesquecível ver a água cortando as montanhas, com cachoeiras descendo os paredões e muita natureza selvagem.


Reza a lenda que o Geirangerfjord é o preferido da rainha Sonja Haraldsen, entre os mais de mil do reino da Noruega. O cenário é digno de realeza, especialmente nas Seven Sisters (Sete Irmãs), conjunto de cachoeiras em que o visitante se depara num passeio de barco. Há pelo menos outras duas: a Bride’s Veil (Véu da Noiva) e a Suitor ou Friaren (Pretendente).

Geiranger é uma cidadezinha com cerca de 300 habitantes. Isso mesmo. Praticamente uma vila. Mas há muita gente na rua. São os mais de 700 mil turistas que chegam, ao longo do ano, de carro ou navio para conhecer essa preciosidade, a maioria nos meses mais quentes. No verão, entre junho e setembro, os cruzeiros são frequentes.

É fácil pegar uma embarcação no píer de Geiranger para um passeio de uma hora ou de uma hora e meia pelo fiorde. Todos os detalhes da história do local são contados por um locutor no fone de ouvido em vários idiomas disponíveis, inclusive o português. Nas montanhas, é possível avistar casinhas de antigas fazendas, a maioria restaurada depois de anos de abandono, como forma de contar a história dos moradores que viviam nas encostas e desciam o paredão para pescar ou caçar.

A chegada de barco é fenomenal e a subida na escadaria do vilarejo é um must. É praticamente a escalada de uma cachoeira, com 240 degraus e vista panorâmica da água descendo até o fiorde. De carro, é outra aventura. Chega-se por cima, pelo alto da montanha e é possível uma parada estratégica no Dalsnibba, com um ponto de observação da cidade, a 1.500 metros. Lá embaixo, o fiorde, as casinhas e o Hotel Union, o mais tradicional da cidade, que está sob o comando hoje da terceira geração de uma mesma família. O spa dispõe de piscina aquecida, sauna com vista para as montanhas e esfoliação com gelo triturado.

Até esse local, a estrada é de tirar o fôlego, com um novo belo visual a cada curva. Na pequena cidade, há um comércio de souvenirs, roupas e lanches. O destaque é a pequena fábrica de chocolates Geiranger, na rua central, com delícias feitas de blue cheese (queijos azuis), brown cheese (queijo marrom, típico da Noruega), maracujá ou uísque.

No museu da cidade, o Centro de Fiordes de Noruega, dá para entender um pouco da formação daquela beleza natural e até de algo assustador, as avalanches registradas na região.

Serviço:

Passeio de barco pelo fiorde:


Preços: Uma hora de tour: 230 coroas ou R$ 92 para adultos. Crianças de 4 a 15 anos pagam 135 coroas; e de até 3 anos, 10 coroas.

Uma hora e meia de tour: 
250 coroas.  Crianças de 4 a 15 anos pagam 135 coroas; e de até 3 anos, 10coroas.
www.geirangerfjord.no/geirangerfjord-sightseeing-5

Onde ficar: Hotel Union, com diárias a partir de 1.600 coroas.
www.hotelunion.no/en/ 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.