MONUMENTOS

Esculturas artísticas atraem turistas do mundo inteiro em busca de cultura

Mais do que obras de arte, os monumentos agregam camada cultural para os visitantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/10/2017 10:00 / atualizado em 25/10/2017 18:26

John Steedman/Flickr

 

Muitas cidades ao redor do mundo contam com belos monumentos em forma de escultura ou estátuas, com histórias incríveis a serem contadas. Essas obras de arte levam seus admiradores à reflexão — e convidam turistas do mundo todo para admirarem suas belezas e mistérios. Entretanto, engana-se quem acredita que a parceria entre arte e turismo é de agora: antigamente, os monumentos representavam e glorificavam, sobretudo, deuses, heróis, musas e atletas. Pessoas viajavam de longe para ver as representações de seus ídolos. A arte passava a ideia de idolatria, e era vinculada ao neoclassicismo.



A professora do departamento de artes visuais da Universidade de Brasília (UnB) Cinara Barbosa explica que, atualmente, a melhor maneira de aproveitar os espaços públicos em uma cidade é agregar fatores simbólicos ao local. Ela ainda destaca os três segmentos da relação entre turismo e arte: o passeio, a aquisição cultural e a fotografia. “Quando se cria um ambiente que possibilita esses elementos, cria-se o desejo de estar ali. As pessoas se sentem parte desse lugar. O monumento agrega camada cultural, é uma transformação para as pessoas”, diz ela.

Arquivo Pessoal
O cirurgião torácico Rodrigo Felipe Marques, 37 anos, visitou Nova York em novembro de 2011. Além de conhecer os principais pontos turísticos da cidade, como o Central Park, a Estátua da Liberdade e a Times Square, aproveitou a viagem para conhecer o monumento Arma Amarrada, localizado na saída da sede da Organização das Nações Unidas (ONU). Ele conta que, para ele, o monumento cumpriu a sua função: a reflexão. “Achei criativa a mensagem, porém percebi que a violência não está nas armas, mas no interior das pessoas. A arma é apenas um instrumento que em muitos casos é usado para proteger pessoas de violências”, conta ele. Para Rodrigo, a arte influencia diretamente o turismo: “Os turistas buscam experiências, e a arte se destaca nesse quesito, pois ela fala com a alma”.

 


O Turismo selecionou algumas esculturas modernas espalhadas pelo mundo. Fique por dentro da história e propósito dessas obras de arte.

 

Mustangs de las Colinas

Feroz Rahel/Flickr

 

Mustangs de las Colinas é uma obra de Robert Glen, localizada em Irving, no estado do Texas. Instaladas em 1984, as esculturas de bronze decoram a torre Williams Square, em Las Colinas. Especializado em esculturas de animais, o autor da obra fez as estátuas galopando através de um rio, com fontes que dão o efeito da água salpicada pelos cascos dos animais. Os cavalos representam o impulso, a iniciativa e o estilo de vida sem restrições.

 

Arma Amarrada

Luca Bardazzi/Flickr


O artista sueco Carl Fredrik Reuterswärd criou a escultura Arma Amarrada para dar visibilidade ao movimento contra a violência, como um símbolo da paz, após o assassinato de seu amigo, o cantor e compositor John Lennon, morto a tiros em 8 de dezembro de 1980. Luxemburgo, que adquiriu uma das primeiras versões da escultura, doou a peça em 1988 à sede das Nações Unidas em Nova York, onde o monumento está até hoje.


Metalmorphosis

Rhett Maxwell/Flickr

 

Essa escultura moderna é uma fonte de água localizada no Whitehall Technology Park, que fica na cidade de Charlotte, na Carolina do Norte (EUA). A escultura é feita de aço inoxidável e tem aproximadamente 9 metros de altura e pesa 19 toneladas. Além de uma incrível obra de arte, a estrutura é movida por motores que movimentam várias partes, girando-as de maneiras diferentes, transformando a escultura em diversas formas incríveis. A escultura também foi feita pelo artista David Ern.


* Estagiária sob supervisão de Taís Braga

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.