BARRA

As águas da Tijuca: região de praias tranquilas e badaladas

O cenário é de total descontração, com todos os elementos que fazem das praias a melhor atração da cidade. Na Barra, elas são mais tranquilas e uma delas é badalada em toda a cidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/12/2017 10:00 / atualizado em 13/12/2017 16:24

Ga_views/Flickr

Na orla pessoas caminhando, passeando com cachorro, andando de bicicleta, conversando, aproveitando os barzinhos à beira mar ou tomando sol. Esse é o cenário frequente encontrado nas areias da Barra da Tijuca. A água azul-turquesa, areia branca e as fortes ondas atraem milhares de pessoas às praias da região. Ao caminhar por lá, é fácil encontrar algum aventureiro aproveitando os fortes ventos para velejar por ali.


Alimentação

Yndu/Divulgação

Além da praia, o bairro tem os restaurantes mais famosos do Brasil, que já estão na zona sul, como a churrascaria Fogo de Chão no Casa Shopping, que hoje em dia tem opções além do famoso rodízio. Só o bufê já pode ser mais que suficiente para o almoço, embora as carnes sejam quase irresistíveis, também há a hamburgueria Madero, no Village Mall. O Turismo separou mais algumas opções para aproveitar o litoral da Barra da Tijuca e região.

As praias que, em geral, são mais vazias do que em outras localidades do Rio de Janeiro têm uma beleza única e muitas opções de lazer. Para quem procura um lugar tranquilo, aconchegante, com boa comida e bebida, não pode deixar de conhecer o Beach Club, Yndú Lounge, na Praia do Pepê.  Por lá, a diversão é garantida e a certeza de bom atendimento e uma paisagem maravilhosa fazem dessa opção mais uma das muitas atrações da Barra da Tijuca. Com forte influência indiana, o restaurante oferece, além das opções gastronômicas, aulas de Yoga, treinamento funcional na areia e equipamentos de Kite surf.

 

Praia do Pepê 

fabian.kron/Flickr


Essa é a praia mais badalada da Barra da Tijuca e atrai não somente moradores da região. Ela começa no quebra-mar, onde deságua a Lagoa da Tijuca, e tem uma extensão de 2km até a Avenida Érico Veríssimo. A maioria dos frequentadores são jovens que gostam de agito e badalação. O nome é uma homenagem ao campeão mundial de voo livre e asa-delta Pedro Paulo Guise Carneiro Lopes, que fundou a Barraca do Pepê. A fama do empreendimento foi tanta que a praia ganhou seu nome. Por lá, há opções de esportes, como futevôlei, frescobol, slackline. Ou os mais radicais como kitesurf, windsurf, bodyboard ou surfe.

Praia da Reserva

Luciana Rodrigues/CB/D.A Press

Entre a Praia da Barra e a da Reserva dos Bandeirantes está a Praia da Reserva, que recebeu esse nome por estar em uma reserva ecológica e por ter as águas claras e areia branca e fofa. Ela já é menos frequentada que a sua vizinha, Barra, e é um lugar ideal para quem procura tranquilidade. Com bares e quiosques na sua orla, é um ótimo lugar para aproveitar a paisagem da região. A única dificuldade que os visitantes enfrentam é de estacionar em alguns trechos da praia, porque como ela fica à beira de uma estreita avenida, dependendo do dia, pode não haver vagas.

Prainha 

 

Luciana Rodrigues/CB/D.A Press

 

Com apenas 150 metros de extensão, a Prainha, localizada na região do Recreio dos Bandeirantes, é uma das preferidas dos surfistas por ter ondas perfeitas para a prática do esporte. Está localizada em uma área de Proteção Ambiental e também tem um manancial de água doce. A infraestrutura na praia é pequena, tem apenas dois quiosques, mas que conseguem atender bem os visitantes. Quem prefere aproveitar a Prainha mais vazia deve visitá-la nos dias de semana, porque de sexta a domingo o movimento costuma aumentar.

Praia de Grumari

Luciana Rodrigues/CB/D.A Press
 

O bairro Grumari, na zona oeste do Rio de Janeiro, também é conhecido por suas praias. Localizado depois do Recreio dos Bandeirantes, tem quatro praias consideradas selvagens, que só podem ser acessadas por trilhas, Praia do Meio, Praia do Perigoso, Praia do Fundo e a Praia do Inferno. Quem costuma visitar essa parte do litoral são surfistas e aventureiros. Mas, quem deseja conhecer as belezas praianas de Grumari e não se anima de enfrentar dificuldades no acesso pode optar por ficar na Praia de Grumari, logo após a Prainha, cujo acesso se dá pela mesma avenida.


*Estagiária sob supervisão de Taís Braga

*Viagem a convite rede Lagghetto 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.