publicidade

Pedreiro que pedalava 42km por dia para se formar em direito começará pós

Aos 63 anos, Joaquim se formou em setembro e emocionou a internet; agora, ele encara exame da OAB e concurso público

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/01/2016 18:10

A distância entre a cidade de Cariacica e a capital capixaba Vitória parece pequena para quem tem carro, apenas 21 quilômetros. Mas o pedreiro Joaquim Corsino dos Santos, de 63 anos, enfrentou esse caminho de bicicleta todos os dias durante seis anos para conseguir o diploma de direito. A formatura foi em setembro do ano passado e a história de Joaquim atravessou os limites do Espírito Santo e emocionou a internet brasileira.

Agora, Joaquim vai encarar outro desafio. Outros, na verdade. Já no mês que vem, ele começa a pós graduação em direito civil na mesma instituição onde conseguiu o diploma, e não foge de desafios - escolheu a área de estudos justamento porque era a parte que considerava mais difícil no curso. No mesmo mês, presta o exame para a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). E já tem tudo planejado para o futuro: “Vou fazer concurso público, tenho dois anos para correr atrás”, diz Joaquim, que quer ser delegado em Cariacica.

Natural de Itaumirim, Minas Gerais, Joaquim conta que sempre estudou apesar dos obstáculos. “Era muito difícil, trabalhava na roça e estudava. Fui batalhando, batalhando…”, afirmou em entrevista ao Correio.

Depois de formado, Joaquim Santos passou a se dedicar exclusivamente aos estudos. Ele trabalhou com construção civil durante 35 anos, primeiro como assistente e depois como pedreiro. O cargo foi um grande mudança de rumo na carreira: Joaquim já tinha um curso técnico em Administração e trabalhava na área, mas em 1980, após não ser aprovado no vestibular da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), precisou encontrar um novo emprego. Ao longo dos anos, juntou o dinheiro que pagou pela faculdade. “Nunca desisti.”

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade