Operação da PF prende quadrilhas de explosões em agências

Após investigações nos últimos 18 meses, a Polícia Federal realizou, com o apoio da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Paraná (SESP), a Operação Miguelito, nesta quinta-feira (30/11). A PF mira organizações criminosas especializadas em explosões e roubos em agências bancárias. Das 35 ordens expedidas pela Justiça Federal em Maringá (PR), 10 são de prisão preventiva, 5 de prisão temporária, 2 de condução coercitiva e 18 de busca e apreensão. Agentes percorream as cidades de Londrina, Cambé, Arapongas e Curitiba no estado do Paraná; Sandovalina e Euclides da Cunha Paulista, em São Paulo; e Nova Andradina no Mato Grosso do Sul. Imagens: Polícia Federal/Divulgação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
30 de novembro de 2017
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.